Topo

Polícia prende pelo menos 1 pessoa após tiroteio em mesquita na Nova Zelândia

Frank Franklin II/AP
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern Imagem: Frank Franklin II/AP

2019-03-15T01:17:00

15/03/2019 01h17

Pelo menos uma pessoa foi presa na Nova Zelândia após tiroteio nesta sexta-feira (15) no interior de uma mesquita na cidade de Christchurch, segundo informações da primeira-ministra do país, Jacinda Ardern, alertando que pode haver mais pessoas envolvidas.

Durante a entrevista coletiva, a premier também disse que "há diversos cenários envolvidos" no fato, forçando a polícia a se deslocar para outras mesquitas da cidade, e pediu que a população permaneça em suas casas.

Jacinda Ardern evitou confirmar o número de vítimas no ataque, definido por ela como "um ato de violência extraordinário e sem precedentes", no que descreveu como "um dos dias mais sombrios da Nova Zelândia".

"Esse tipo de violência não faz sentido na Nova Zelândia, não é isso que somos", afirmou.

Entre 300 e 500 pessoas estavam dentro da mesquita quando um homem, utilizando uma arma automática, disparou pelo menos 20 vezes, de acordo com várias testemunhas que estimaram o número de vítimas em cerca de 30.

De acordo com uma testemunha, o agressor usava um capacete, óculos e uma jaqueta militar.

Entre os fiéis que encontravam-se na mesquita, estavam vários membros do equipe de críquete de Bangladesh, que tinha programada a disputa de um jogo, amanhã, contra a Nova Zelândia.

Mais Notícias