PUBLICIDADE
Topo

Estudante morto tentou salvar a namorada durante ataque em Suzano

Douglas Murilo Celestino ao lado da namorada - Arquivo Pessoal
Douglas Murilo Celestino ao lado da namorada Imagem: Arquivo Pessoal

Do BOL, em São Paulo

14/03/2019 17h48

Douglas Murilo Celestino, de 16 anos, conseguiu fugir do ataque na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), mas acabou voltando para tentar salvar a namorada, Adna Bezerra, 16. A informação foi divulgada pelo G1.

O estudante, que foi atingido pelos tiros, chegou a ser levado para o Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, mas não resistiu. Adna Bezerra, que está entre os feridos, continua internada na UTI do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

O ataque
Na manhã de quarta-feira (13), os ex-alunos Guilherme Taucci Monteiro, 17, e Luiz Henrique de Castro, 25, efetuaram disparos dentro da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), matando ao menos sete pessoas.

Antes, a dupla assassinou um comerciante na região, que era tio de um dos atiradores. Os dois também morreram, totalizando dez mortos no massacre

(Com informações do G1)

Para receber notícias do Brasil e do mundo, acesse o Messenger do BOL, digite "Notícias" e clique em "Sim". É simples e grátis!

Notícias