Topo

Brasil e América do Sul salvam vendas da Volkswagen no mundo

Murilo Góes/UOL
Polo foi o modelo mais vendido no Brasil em 2019; T-Cross está em pré-venda Imagem: Murilo Góes/UOL
do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-03-14T11:38:12

14/03/2019 11h38

Resumo da notícia

  • País teve alta de 50% nos licenciamentos no 1º bimestre de 2019
  • América do Sul subiu 15,9% no mesmo período
  • Vendas globais da marca alemã caíram 3%
  • EUA tiveram queda de 5% em janeiro e fevereiro

Puxada pelo Brasil, a América do Sul apresentou o maior crescimento nas vendas globais da Volkswagen no primeiro bimestre de 2019. De acordo com comunicado da fabricante, as vendas de janeiro e fevereiro na região totalizaram 69.300 unidades, elevação de 15,9% ante o mesmo período de 2018. Considerando apenas o desempenho do Brasil, nos primeiros dois meses deste ano a empresa comercializou 50.600 veículos novos, alta de 50%.

Apenas em fevereiro, as vendas da VW na América do Sul saltaram 45,6%, com 32.300 emplacamentos, dos quais 24.200 foram realizados em território brasileiro -- alta de expressivos 143,3% na comparação com fevereiro do ano passado. A Volks informa que o bom desempenho na região no mês passado se deve "exclusivamente" ao Brasil, o maior mercado sul-americano.

Queda na Europa e nos EUA

Exceto pela Rússia e pelo Leste Europeu, que subiram, respectivamente, 7% e 3,1% no primeiro bimestre, todos os demais mercados da montadora alemã tiveram retração no mesmo período: com 262.300 unidades, a Europa como um todo caiu 0,6%; a Alemanha, com 39.400 veículos, recuou 3,1%; e os Estados Unidos reduziram em 5,1% as vendas, somando 48.800 unidades comercializadas.

A Argentina, que enfrenta grave crise, recuou 46,9% em fevereiro, informa a companhia. Considerando as vendas globais, a fabricante somou 913.700 veículos novos licenciados em janeiro e fevereiro, um recuo de 2,9%.

Nos Estados Unidos, mais da metade das vendas da VW já é de SUVs. O Novo Tiguan é o modelo líder da marca naquele mercado, com 8.100 licenciamentos em fevereiro. No mesmo mês, a nova geração do Jetta, recentemente lançada no Brasil, apresentou alta de 55%.

Avaliação Volkswagem T-Cross

UOL Carros

Mais Notícias