PUBLICIDADE
Topo

Cinco mil pessoas encaram fila e chuva para doar medula óssea a criança

Oscar Saxelby-Lee está internado após diagnóstico de leucemia rara - Divulgação/Hospital Infantil de Birmingham
Oscar Saxelby-Lee está internado após diagnóstico de leucemia rara Imagem: Divulgação/Hospital Infantil de Birmingham

Do BOL, em São Paulo

07/03/2019 11h24

Mais de cinco mil pessoas enfrentaram fila e chuva para se registrar como possíveis doadores de medula óssea a um garoto de cinco anos de idade que foi diagnosticado com um tipo raro de leucemia, de acordo com reportagem do The New York Times.

No dia 28 de dezembro, o pequeno Oscar Saxelby-Lee deu entrada em um hospital infantil, na Inglaterra, com estranhos hematomas e dores pelo corpo. Após exames, o garoto foi diagnosticado com leucemia linfoblástica aguda de células T (LLA), anomalia que faz a medula óssea liberar glóbulos brancos imaturos, que acabam substituindo as células normais.

Diante da necessidade de encontrar doadores de medula óssea urgentemente, os pais de Oscar recorram à escola do menino, na cidade de Worcester, a 180 km de Londres. A instituição resolveu organizar uma feira para registrar possíveis doadores de medula. 

Divulgada na internet, a feira tomou proporções enormes. No primeiro dia do evento, 1.800 pessoas apareceram para fazer o registro. No segundo dia, outros 3.000 possíveis doadores surgiram. Segundo os organizadores, outras 1.000 pessoas fizeram um registro online e devem ser convocadas em breve para completar o cadastro.

De acordo com Lisa Nugent, do Hospital Infantil de Birmingham, onde Oscar está internado, a análise dos possíveis doadores deve demorar ao menos seis semanas. Segundo ela, aqueles que não forem compatíveis com o garoto poderão doar medula óssea a outros pacientes da instituição.

(Com informações do The New York Times)

Para receber notícias do Brasil e do mundo, acesse o Messenger do BOL, digite "Notícias" e clique em "Sim". É simples e grátis!

Notícias