Topo

Escalada de tensão entre Índia e Paquistão preocupa ONU

Rupak De Chowdhuri/Reuters
19.fev.2019 - Manifestantes seguram cartazes em passeata para homenagear os policiais e soldados vítimas de um ataque suicida na última semana Imagem: Rupak De Chowdhuri/Reuters

2019-02-19T12:42:00

19/02/2019 12h42

O Escritório das Nações Unidas para os Direitos Humanos expressou hoje preocupação com o aumento das tensões entre Paquistão e Índia após o atentado que matou 42 policiais indianos no distrito de Pulwama, na Caxemira.

"Esperamos que a escalada de tensões entre os dois países vizinhos, dotados de armamentos nucleares, não signifique um aumento da insegurança na região", destacou em entrevista coletiva o porta-voz do escritório da ONU, Rupert Colville.

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, condenou o ataque ocorrido na última quinta-feira, o pior registrado na Caxemira nos últimos 30 anos, e os confrontos armados posteriores que mataram nove pessoas, entre elas cinco soldados indianos e um civil.

Colville disse que a ex-presidente do Chile está preocupada com as informações que o ataque de Pulwama está sendo usado como justificativa para ameaçar e atacar comunidades muçulmanas em diferentes partes da Caxemira e também no restante da Índia.

As tensões históricas entre Índia e Paquistão cresceram nos últimos dias depois de Nova Délhi acusar Islamabad de apoiar o grupo terrorista Jaish-e-Mohammed, que reivindicou a autoria dos ataques contra os policiais indianos.

Mais Notícias