Topo

Grupo de 30 civis sai do último reduto do Estado Islâmico na Síria

2019-02-19T12:14:00

19/02/2019 12h14

Al Baguz (Síria), 19 fev (EFE).- Um grupo de 30 civis, 16 deles crianças, saiu nesta terça-feira de Al Baguz, o último reduto do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), em um momento no qual está sendo negociada a possível rendição dos extremistas às Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por curdos.

Tanto os menores quanto as mulheres serão transferidos ao acampamento de Al Hol, situado ao norte da zona de combates, enquanto os homens serão levados a outros campos para serem interrogados.

Ontem não saiu nenhum grupo de civis do último reduto do EI, onde teme-se, segundo disse hoje a ONU, que haja cerca de 200 famílias ainda encurraladas na pequena área controlada pelos extremistas.

Um comboio de 20 caminhões chegou à região do acampamento nos arredores de Al Baguz, no que parece ser a preparação para a evacuação das pessoas que estão na localidade.

Estima-se que ainda cerca de mil pessoas ainda estão no bairro de Al Sheikh Hamd, a última área do EI.

As negociações para um possível acordo entre o EI e as FSD continuam, e hoje é o último dia do ultimato dado pelas forças curdas aos radicais antes da retomada dos combates, suspensos temporariamente em temor pela vida dos civis. EFE

Mais Notícias