Topo

Responsável regional ucraniano processado por assassinato de militante anticorrupção

11/02/2019 07h54

Kiev, 11 Fev 2019 (AFP) - Um responsável regional foi acusado nesta segunda-feira (11) na Ucrânia de organizar o assassinato com ácido da militante anticorrupção Kateryna Gandziuk, anunciou o procurador-geral ucraniano.

Vladislav Manguer, presidente da assembleia regional de Kherson, foi processado "pela organização do assassinato de Kateryna Gandziuk", informou o procurador-geral Yuri Lutsenko em sua página no Facebook.

Em julho, um agressor derrubou um litro de ácido sulfúrico contra Gandziuk, conselheira do prefeito de Kherson, que denunciava a corrupção na polícia regional.

Gandziuk, de 33 anos, agredida quando saía de casa, sucumbiu aos graves ferimentos em novembro.

Vladyslav Manguer tinha um "ressentimento pessoal" com Gandziuk, que denunciou em particular "a derrubada ilegal de florestas" realizada "sob pretexto de incêndios criminosos" nessa região.

Manguer era membro do partido político Batkivshchina da ex-primeira-ministra Yulia Tymoshenko, adversária do atual presidente, Petro Proshnko, na eleição presidencial de 31 de março.

ant/gmo/zm/es/cb

Mais Notícias