Topo

Novo Honda Accord troca motor V6 por turbo e design esportivo; assista

do UOL

Benê Gomes

Do Auto+

10/02/2019 08h00

Resumo da notícia

  • 10ª geração abusa da ousadia com design esportivo
  • Motor 2.0 turbo é mais fraco que o antigo V6, mas desempenho é melhor
  • Sedã tem recursos de condução semi-autônoma

O Honda Accord sempre foi um sedã com pegada mais conservadora do que o Civic. A receita agradava na medida os consumidores mais velhos, que enxergavam nele uma opção interessante de veículo confortável e bem equipado a um custo relativamente menor do que os modelos renomados das marcas alemãs.

Porém, os japoneses decidiram radicalizar na décima geração do Accord. O design ficou muito mais provocativo ao escancarar a inspiração no Civic. Basta observar o desenho dos faróis full led ou a grade frontal que segue a identidade visual da Honda.

Além disso, o sedã trocou o antigo motor 3.5 V6 de 280 cv e 34,6 kgfm a 4.900 rpm por um 2.0 turbo de 256 cv e 37,7 kgfm de torque máximo, entre 1.500 rpm e 4.000 rpm. Talvez você o conheça de algum lugar: ele deriva da motorização do Civic Type R. Em vez do câmbio automático de seis marchas, a transmissão também é automática, mas com 10 velocidades.

O Accord também vem com uma grande lista de equipamentos, incluindo o pacote Honda Sensing, que inclui tecnologias de condução semi-autônoma, como controle de cruzeiro adaptativo e frenagem de emergência.

Quer saber mais sobre o sedã? Então assista à videorreportagem de Benê Gomes, do Auto+.

Mais Notícias