PUBLICIDADE
Topo

China consome cada vez mais "porcos mutantes" supermusculosos

Porcos modificados em laboratório crescem mais fortes e têm carne mais magra - Reprodução / The Sun
Porcos modificados em laboratório crescem mais fortes e têm carne mais magra Imagem: Reprodução / The Sun

Do BOL, em São Paulo

06/02/2019 01h58

O ano do porco começou a ser celebrado na China e em outros países orientais no último dia 5 de fevereiro. E esse animal tão cultuado e consumido nas culturas asiáticas vem sofrendo uma espécie de "mutação" na China.

Ocorre que a população chinesa vem perdendo o interesse em porcos gordos, com carne muito gordurosa, como informa o Ministério da Agricultura do país, de acordo com reportagem do The Sun

A solução, então, tem sido modificar geneticamente os animais para que nasçam novas gerações de porcos "fitness", mais saudáveis e supermusculosos. Os porcos "mutantes" estão sendo chamados de "Frankensuínos" (uma referência ao Frankenstein, o famoso monstrão criado em laboratório no romance da escritora Mary Shelley).  

Maior produtor e consumidor de carne suína do mundo, a China está recorrendo a países vizinhos capazes de produzir essa nova espécie de porcos com musculatura em geral duas vezes maior do que as raças tradicionais do país, como as Jinhua e Chenghua.

De onde vêm os superporcos

A ideia original nasceu na Coreia do Sul, onde cientistas especialistas em engenharia genética alteraram os genes dos porcos para criar supersuínos, capazes de produzir mais carne com muito menos gordura corporal. 

Os cientistas alegam que a mutação é segura e ocorre por meio da edição de genes (e não de um transplante de uma raça para outra). 

No entanto, os porcos mutantes estão causando "pesadelos" a organizações de proteção de animais. Mimi Bekhechi, da PETA, uma das maiores ONGs de proteção animal do mundo, em entrevista ao The Sun, chama esses exemplares do animal de "porcos tipo Hulk" e afirma que eles "são pesadelos, não alimento". A ativista ainda afirma que os porcos geneticamente modificados "provavelmente nascerão com problemas de saúde dolorosos". 

(Com informações do The Sun)

Para receber notícias do Brasil e do mundo, acesse o Messenger do BOL, digite "Notícias" e clique em "Sim". É simples e grátis!

Notícias