Topo

Rússia critica posição de países ocidentais na crise da Venezuela

24/01/2019 06h30

Moscou, 24 Jan 2019 (AFP) - A Rússia criticou nesta quinta-feira os países ocidentais por seu apoio ao presidente interino autoproclamado da Venezuela Juan Guaidó, por considerar que "mostra sua atitude a respeito do direito internacional".

"Os acontecimentos na Venezuela mostram claramente a atitude da comunidade internacional progressista a respeito do direito internacional, da soberania e da não interferência nos assuntos internos de um país em que busca mudar o poder", afirmou a porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, em sua página do Facebook.

Estados Unidos e seus aliados na região, Brasil, Argentina e Colômbia, entre outros países, reconheceram a legitimidade do presidente do Parlamento venezuelano Juan Guaidó, que se declarou presidente interino na quarta-feira.

A União Europeia pediu que "voz" do povo da Venezuela seja ouvida e exigiu eleições "livres".

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan expressou apoio a Maduro.

"Irmão Maduro, mantenha a cabeça erguida, a Turquia está a teu lado", afirmou o chefe de Estado turco a Maduro durante uma conversa telefônica, segundo o porta-voz da presidência, Ibrahim Kalin.

tbm/phv/zm/erl/fp

Mais Notícias