PUBLICIDADE
Topo

Comprador afirma que pagou em dinheiro compra de imóvel de Flávio Bolsonaro

O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) - Sergio Moraes/Reuters
O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) Imagem: Sergio Moraes/Reuters

Do BOL, em São Paulo

21/01/2019 14h56

O ex-jogador de vôlei de praia Fábio Guerra confirmou nesta segunda-feira (21), em entrevista à Folha de S. Paulo, que pagou R$ 100 mil em dinheiro vivo ao senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL). Ainda segundo Guerra, o valor foi pago ao parlamentar para quitar parte da compra de um imóvel no Rio de Janeiro.

"Paguei em dinheiro porque havia recebido em dinheiro pela venda de outro apartamento. Como recebi aos poucos, fui pagando aos poucos", afirmou Guerra, que também informou que os valores foram repassados a Bolsonaro entre junho e julho de 2017, justamente o período em que o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) apontou depósitos suspeitos no valor de R$ 96 mil na conta do senador eleito. Fábio Guerra também disse que não manteve contato com o filho de Jair Bolsonaro após a transação.

Esse valor próximo a R$ 100 mil, de acordo com o ex-atleta, foi parte dos R$ 550 mil pagos como sinal da transação (pagamento antecipado antes de o negócio ser fechado). Os cerca de R$ 450 mil restantes foram pagos por meio de transferência bancária, segundo Guerra.

O caso

O Coaf caracterizou como suspeita uma movimentação de 48 depósitos de R$ 2 mil na conta de Flávio Bolsonaro, entre junho e julho de 2017. Em entrevista à TV Record, o senador eleito informou que os valores eram parte de um negócio que envolveu a troca de uma cobertura na zona sul do Rio de Janeiro por dois imóveis de Fábio Guerra (um apartamento e uma sala comercial, ambos no Rio), mais R$ 600 mil. O valor total do negócio, segundo Bolsonaro, foi de R$ 2,4 milhões.

Na entrevista, a justificativa de Bolsonaro para os 48 depósitos de R$ 2 mil foi que o caixa eletrônico do banco Itaú, em que ele tem conta, limita os depósitos a esse valor.

Com informações da Folha de S. Paulo

Para receber notícias do Brasil e do mundo, acesse o Messenger do BOL, digite "Notícias" e clique em "Sim". É simples e grátis!

Notícias