Topo

Presidente do Gabão nomeia novo primeiro-ministro após tentativa de golpe

12/01/2019 15h11

Libreville, 12 jan (EFE).- O presidente do Gabão, Ali Bongo, que está fora do país há dois meses, nomeou neste sábado um novo primeiro-ministro a fim de retomar a estabilidade política na nação africana, que viveu na última segunda-feira uma tentativa de golpe de Estado.

"Por decreto do presidente da República designa como chefe de governo Julien Nkoghe Bekale", anunciou o secretário-geral da Presidência, Jean-Yves Teale, em um vídeo transmitido pela televisão estatal.

Bekale, que ocupou vários cargos ministeriais desde 2009, substitui Emmanuel Issoze Ngondet, nomeado como premiê há dois anos.

Segundo alguns analistas, esta decisão segue a tradição do pai de Ali, Omar Bongo, de nomear primeiros-ministros da etnia Fang, a mais numerosa do país.

Na última segunda-feira, um grupo de militares, vestidos com as boinas verdes da guarda presidencial, anunciaram o estabelecimento de um "conselho nacional da restauração" a fim de "salvar do caos" o país africano, em uma aparente tentativa de golpe de Estado.

Dez pessoas participaram do levante, frustrado pela intervenção das Forças Armadas e condenada pela comunidade internacional, das quais oito foram detidas e postas à disposição da Justiça e duas abatidas durante a operação das forças de segurança.

Bongo se encontra em Rabat, no Marrocos, onde se recupera desde que foi hospitalizado em 24 de outubro do ano passado por "fadiga severa", segundo a Presidência do Gabão, apesar de diversos veículos de imprensa afirmarem que o presidente teria sofrido uma derrame. EFE

Mais Notícias