Topo

"Coletes amarelos" se reúnem pelo 9º sábado consecutivo na França

12/01/2019 16h09

Paris, 12 jan (EFE).- Os confrontos entre agentes antidistúrbios e manifestantes do movimento "coletes amarelos" começaram neste sábado com o lançamento de pedras e de gás lacrimogêneo em torno do Arco do Triunfo, em Paris, e na cidade de Bourges, na região central da França.

Os distúrbios, que por enquanto estão localizados e não são de grande intensidade, explodiram no início da tarde em Paris, quando alguns encapuzados começaram a lançar objetos contra os policiais, que responderam com gás lacrimogêneo.

Pelo menos 53 pessoas foram detidas até agora em Paris, a maioria por portar armas brancas.

Simultaneamente, manifestantes em Bourges começaram a queimar parte do mobiliário urbano e a entrar em confronto a polícia, apesar do grande desdobramento de agentes antidistúrbios no centro da cidade.

Os "coletes amarelos" convocaram a manifestação na cidade para poder reunir o maior número de pessoas possível e para simbolizar o mal-estar da França "das províncias" com a capital.

Segundo a prefeitura de Bouges, cidade de menos de 70 mil habitantes, mais de cinco mil pessoas participaram do protesto.

Este é o nono sábado consecutivo em que os "coletes amarelos" se manifestam na França, em protestos que acabaram normalmente em graves distúrbios.

O primeiro-ministro, Édouard Philippe, anunciou na última segunda-feira que o governo irá legislar para punir os participantes de manifestações não declaradas e para criar um registro de agitadores, de modo que possam impedir sua presença nos protestos.

O Ministério do Interior da França prometeu uma resposta "extremamente firme" se houver novos episódios de grande violência hoje. EFE

Mais Notícias