Topo

Fortes inundações deixam 3 mortos e quase 2 mil desabrigados na Argentina

11/01/2019 16h57

Buenos Aires, 11 jan (EFE).- As inundações que vêm acontecendo desde a última terça-feira na Argentina, causadas pelas fortes chuvas nas províncias do norte e do litoral nordeste do país, deixaram um balanço de três mortos e fizeram 1.935 pessoas abandonarem suas casas, informaram nesta sexta-feira à Agência Efe fontes da Secretaria de Defesa Civil.

Uma mãe e sua filha morreram em Resistencia, capital da província de Chaco, ao ser arrastada pela correnteza enquanto permaneciam dentro de seu carro, e um homem foi vitimado pela descarga de um raio na província de Santiago del Estero, segundo a Cruz Vermelha argentina.

As províncias de Santa Fé, Entre Ríos, Chaco, Corrientes, Formosa e Tucumán foram as mais atingidas pelos fortes ventos e as intensas chuvas, que são caraterísticas da temporada de verão na região.

O governo argentino está trabalhando conjuntamente com a Cruz Vermelha e outras organizações para prestar socorro às vítimas das inundações e restabelecer os serviços habituais nas regiões afetadas.

O diretor de Resposta a Emergências e Desastres da Cruz Vermelha argentina pediu às pessoas que mantenham os níveis de alerta, já que, embora o nível das inundações comece a diminuir, a previsão meteorológica seguirá sendo pouco favorável até segunda-feira. EFE

Mais Notícias