Topo

Nos EUA, homem persegue mulher até academia de caratê e acaba agredido

Google Street View
Tentativa de sequestro ocorreu no estacionamento em frente à academia de caratê, em Charlotte Imagem: Google Street View
do UOL

Do UOL, em São Paulo

08/01/2019 21h44

Um homem que tentou sequestrar uma mulher na Carolina do Norte (EUA) acabou sendo agredido por lutadores de caratê depois que a vítima procurou ajuda em uma academia. 

O caso ocorreu na noite da última quinta-feira (3) em Charlotte. O sujeito tentou levar a mulher até seu carro, mas a vítima se libertou e correu para uma academia de caratê na busca de ajuda. 

"Ainda havia algumas crianças no dojô sendo apanhadas pelos pais e um casal de estudantes adultos estava limpando o local quando uma jovem entrou por nossas portas e afirmou que alguém estava tentando machucá-la", disse Randall Ephraim, diretor da Bushiken Karate Charlotte Dojo à CNN.

Em seguida, um sujeito grande entrou no local. Ephraim perguntou se o homem precisava de ajuda, mas ele respondeu que estava atrás da mulher que havia entrado momentos antes. 

A mulher, no entanto, contou que não conhecia o sujeito e que ele queria sequestrá-la. 

Ephraim mandou o homem sair do prédio, mas o sujeito se recusou. Após uma troca de empurrões, o diretor da academia acabou agredindo o suspeito. 

O sujeito ainda tentou bater em alguns policiais, antes de ser preso. O suspeito foi preso e levado a um hospital local com alguns ferimentos.

Mais Notícias