Topo

No Twitter, Mourão 'curte' mensagem com slogan "Brasil, ame-o ou deixe-o!"

Marcos Corrêa 4.jan.2019 /PR
Bolsonaro participa de solenidade ao lado do general Hamilton Mourão Imagem: Marcos Corrêa 4.jan.2019 /PR
do UOL

Do UOL, em Brasília

08/01/2019 18h39

Em meio à primeira crise desde que tomou posse como vice-presidente da República, o general Hamilton Mourão (PRTB) usou o Twitter nesta terça-feira (8) para justificar a nomeação do filho, Antonio Hamilton Rossell Mourão, como assessor especial do novo presidente do Banco do Brasil.

O militar passou então a "curtir" manifestações de apoio direcionadas a ele na rede social, entre elas a de um usuário que publicou uma imagem com a frase "Brasil, ame-o ou deixe-o", um dos slogans da ditadura militar (1964-1985).

"Meu filho, Antônio, ingressou por concurso no BB há 19 anos. Com excelentes serviços, conduta irrepreensível e por absoluta confiança pessoal do Presidente do Banco foi escolhido por ele para sua assessoria. Em governos anteriores, honestidade e competência não eram valorizados", escreveu Mourão, no início da noite. Minutos depois, o usuário Marcellus Berro (@MarcellusBerro) enviou uma resposta ao perfil do vice-presidente. "Perfeito General... O sr. falou, tá falado... Brasil acima de tudo", escreveu, adicionando a imagem contendo o slogan.

Trata-se de uma reprodução de frame do comercial que foi exibido em novembro pelo SBT, que mostrou as cores da bandeira do Brasil e pontos turísticos do país.

Após a repercussão negativa, a emissora decidiu tirar do ar o anúncio com a frase da ditadura militar.

"Brasil: ame-o ou deixe-o" surgiu durante o governo de Emílio Garrastazu Médici (1969-1974), em que houve maior repressão a opositores do regime.

Reprodução/Twitter
Tuíte "curtido" pelo perfil oficial do general Hamilton Mourão Imagem: Reprodução/Twitter

Segundo relatório final da CNV (Comissão Nacional da Verdade), entregue em dezembro de 2014, 98 pessoas foram assassinadas por motivação política no período.

Antes de ter se posicionado no Twiiter, mais cedo Mourão havia dito à reportagem do UOL que seu filho é "qualificado" e que "o resto é fofoca", por meio de um aplicativo de troca de mensagens instantâneas.

Outras curtidas

O perfil oficial do vice ainda curtiu mensagens como "Quem não deve, não teme. Parabéns ao seu filho pela promoção", de @recalde_josue, e "Parabéns! O país precisa colocar a esquerda pra fora das instituições ou continuaremos sendo roubados e espoliados!", de @OlindaOttoni.

Mais enfática, outra resposta à publicação mereceu o "coração" do vice-presidente. "Foda-se a esquerda general, se realmente seu filho tem a competencia, melhor coloca-lo do que um borra botas qualquer,  e muito mimimi, que ele faça merecer sua nomeaçao e ponto final", escreveu @joseeustaquios4.

Mais Notícias