PUBLICIDADE
Topo

Doença rara deixa indiana de 19 anos com aparência de criança

Mesmo dependendo da família para fazer as necessidades básicas, Girija sonha com a carreira de artista - Reprodução/Daily Mail
Mesmo dependendo da família para fazer as necessidades básicas, Girija sonha com a carreira de artista Imagem: Reprodução/Daily Mail

Do BOL, em São Paulo

07/04/2015 21h46

Girija Srinivas pode parecer uma criança, mas, na verdade, ela é uma jovem de 19 anos "presa" no corpo de uma criança de dois anos de idade. A indiana de Bangalore nasceu com agenesia congênita, doença que impede o desenvolvimento dos membros. Além da pequena estatura, ela pesa cerca de 12 kg.

Segundo o tabloide Mirror Online, sua cabeça é tão pesada em comparação ao seu corpo, que ela é incapaz até mesmo de sentar. De acordo com médicos, ela correria risco de sofrer uma fratura ao tentar girar o pescoço rapidamente.

Mesmo dependendo da família para fazer as necessidades básicas, Girija sonha com a carreira de artista -  ela faz pinturas e vende para ajudar os pais. Girija ganha o equivalente a R$ 80 por quadro. O pai é alfaiate, e a mãe dedica tempo integral para cuidar da garota.

"Minha mãe me ajuda com a alimentação e outras atividades. As pinturas eu faço sozinha”, disse a jovem. "Eu não gosto que ninguém sinta pena de mim. Tenho mostrado as minhas capacidades a todos”, completou.

"Quando nasceu, ela não era como os outros bebês. Os médicos nos disseram que sua condição era estável, ele partiu nossos corações”, disse Nanda Baayi, a mãe de Girija, que torce pelo sucesso da filha como pintora.

"Eu não quero ser popular por causa da minha condição rara de saúde. Eu quero ser famosa pela minha arte. Eu não quero simpatia, eu quero reconhecimento”, desabafou a jovem.

Girija nunca foi à escola e, quando não está pintando, gosta de ver TV. A jovem também falou sobre as provocações que sofre por causa de sua condição, mas lembra que tem um grande círculo de amigos.

"As pessoas dizem muitas coisas sobre mim, riem e me chamam de ‘louca’, mas meus familiares me tratam como uma pessoa normal e tenho muitos amigos da minha idade”, finalizou.

(Com informações do site Mirror Online)

Notícias