Topo

Menina aprende a falar e afirma: "sou um garoto"; veja como a família lidou

Do UOL, em São Paulo

30/05/2014 19h13

Ryland é um garoto comum que gosta de brinquedos e atividades típicas de meninos da sua idade.  A diferença é que Ryland nasceu menina, mas aos cinco anos de idade quis assumir a identidade de um menino. Sua história é contada em um vídeo, postado no canal da família no Youtube, que já tem mais de 435 mil visualizações.

Os pais do garotinho transgênero, Jeff e Hillary Whittington, que moram em San Diego, na Califórnia (EUA), contam que Ryland nasceu com um problema auditivo grave e com um ano de idade precisou ser submetido a um implante coclear (dispositivo eletrônico capaz de restaurar a audição de pessoas com dificuldades em ouvir). Ryland, que não falava por causa do problema, aprendeu a pronunciar as palavras depois de passar pelo procedimento.

“Eu sou um garoto”, foi uma das primeiras frases formuladas pela então menina, contam os pais. Jeff e Hillary afirmam ter ficado confusos já que Ryland vivia em um ambiente feminino, tinha um quarto decorado para uma menina e era vestido como garota. A então menina, no entanto, só gostava dos brinquedos e atividades comuns a meninos da sua idade.

Os pais acreditavam se tratar de uma fase, mas quando Ryland fez cinco anos passou a rejeitar coisas de menina. “Quando todos da família morrerem, eu vou cortar o meu cabelo e serei um garoto. Por que Deus me fez assim?”, teria dito o menino aos pais.

O ex-bombeiro e atual corretor de imóveis Jeff Whittington e a sua esposa Hillary começaram a pesquisar sobre o assunto e descobriram que a filha era transgênero. Assustados com os altos índices de suicídios envolvendo pessoas que se identificam com gênero que não é o seu de nascença, por que não são socialmente aceitos, eles decidiram cortar os cabelos da filha, comprar roupas novas, redecorar o quarto dela e passaram a se referir a ela como a um garoto. 

Vídeo mostra como família lidou com filha transgênero

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Notícias