PUBLICIDADE
Topo

Homem tenta cortar seio feminino que "brotou" em seu corpo

do BOL, em São Paulo

25/12/2013 21h39

O britânico Farshad Hashemzadeh, 28 anos de idade, contou ao Daily Mail o drama que viveu após um seio feminino “brotar” do lado esquerdo de seu peito. Segundo relatou à reportagem,  a mama começou a crescer quando Hashemzadeh tinha 18 anos de idade.

“Não conseguia entender o que estava acontecendo comigo. Ele [o seio] só foi crescendo e crescendo, e eu me tornei muito retraído. Não queria que ninguém me visse. Foi literalmente como ter peitos de uma mulher”, falou.

A condição de Farshad, embora rara, atinge cerca de 400 homens diagnosticados com ginecomastia - um desequilíbrio hormonal que alarga o tecido mamário e pode ser tratado com remédios - a cada ano.

O britânico contou que, por causa da mudança em seu corpo, chegou a ficar deprimido e tentou cortar seu próprio peito depois de ter a cirurgia negada pelo sistema público de saúde.

"Eu sentia vergonha de tirar minha blusa na frente da minha namorada, então eu tentei cortá-la fora”, lembra.

Charlene Cullen, 30 anos, namorada de Farshad, também falou sobre o drama do companheiro.  "Ele estava muito envergonhado e levou um mês para me dizer o que estava errado”.

Ela decidiu levantar 3 mil euros para que o namorado fizesse a cirurgia em uma clínica particular.  Em novembro, Farshad se livrou do problema.

Farshad afirmou que, finalmente, se sente feliz de novo e diz que passou a se sentir “como um homem” de novo.

“Eu espero não ter mais esse problema”, finalizou.

(Com informações do jornal Daily Mail)

Notícias