Topo

Retrospectiva fevereiro de 2019: o que aconteceu no Brasil e no mundo

Mortes de famosos e tragédias no Rio marcaram o mês de fevereiro - Montagem BOL / Reprodução/Band / Thiago Ribeiro/AGIF / Dikran Junior/Estadão Conteúdo
Mortes de famosos e tragédias no Rio marcaram o mês de fevereiro Imagem: Montagem BOL / Reprodução/Band / Thiago Ribeiro/AGIF / Dikran Junior/Estadão Conteúdo

Do BOL, em São Paulo

28/02/2019 06h00

O mês de fevereiro foi marcado por tragédias no Rio de Janeiro, como o incêndio que matou 10 jovens jogadores no Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, e as chuvas que arrasaram a cidade, deixando ao menos sete mortos. 

Fevereiro de 2019 também se destaca pelo adeus a Ricardo Boechat, morto em um acidente de helicóptero em São Paulo, e também pela morte da atriz e diva do teatro Bibi Ferreira, que partiu aos 93 anos.

Confira a seguir os fatos mais marcantes do segundo mês de 2019, em ordem cronológica. 

  • Temporal no Rio de Janeiro

    Sete pessoas morreram em decorrência do temporal que atingiu o Rio de Janeiro no dia 7. Entre as vítimas, Áureo Ribeiro da Paz, de 64 anos, chegou a ficar internado após a casa onde morava, em Barra do Guaratiba, na zona oeste da cidade, desabar, matando a mulher dele, Isabel Martins da Paz, 56 anos, e o filho, Mauro Ribeiro da Paz, de 32 anos. Áureo também não resistiu aos ferimentos e morreu dois dias depois. Leia mais

  • Thiago Ribeiro / AGIF

    Tragédia no Flamengo

    Um incêndio no Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, causou a morte de 10 jovens jogadores e deixou três feridos na madrugada do dia 8. O incêndio atingiu a ala mais velha do CT, que servia de alojamento para as categorias de base e recebia jogadores de 14 a 17 anos de idade. As vítimas estavam dormindo no momento do incêndio. Segundo investigações, um curto-circuito em um ar-condicionado teria causado as chamas. Leia mais

  • Reprodução / Band

    Luto no jornalismo

    O jornalista Ricardo Boechat, do Grupo Bandeirantes, morreu aos 66 anos em um acidente de helicóptero no dia 11, na Rodovia Anhanguera, em São Paulo. O piloto da aeronave, Ronaldo Quattrucci, que tentava fazer um pouso de emergência quando foi atingido por um caminhão, também morreu no acidente.

    Âncora do Jornal da Band e da BandNews FM, Boechat teve passagens pelos principais jornais do país, como "O Globo", "O Dia", "O Estado de S. Paulo" e "Jornal do Brasil". Ganhou três prêmios Esso, um dos maiores reconhecimentos no jornalismo profissional, e foi o único a vencer em três categorias do Prêmio Comunique-se (Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV). Também foi eleito o jornalista mais admirado na pesquisa do site Jornalistas&Cia em 2014, que elencou os 100 principais profissionais do mercado. Leia mais

  • Pilar Olivares / Reuters

    Mais mortes no Rio de Janeiro

    Uma operação da Polícia Militar nos morros do Fallet-Fogueteiro, Coroa e Prazeres, na região central do Rio de Janeiro, deixou ao menos 15 mortos no dia 12. A operação aconteceu dois dias após confrontos intensos entre as facções Comando Vermelho e Terceiro Comando Puro. A Polícia Militar informou, por meio de nota, que a ação foi planejada para intervir na guerra entre facções.

    No dia da operação, a PM informou que dez suspeitos, que segundo a corporação teriam ligação com o tráfico, morreram em confronto após os policiais cercarem uma casa onde os traficantes estavam, no Fallet. Também segundo a polícia, outras três morreram no Morro dos Prazeres, no Catumbi, onde também ocorreu uma ação policial. Leia mais

  • Allsport Hulton/Archive/Getty Images

    Lenda do futebol

    Considerado um dos maiores goleiros da história, o inglês Gordon Banks morreu aos 81 anos após uma batalha de mais de três anos contra um câncer nos rins. Campeão mundial de 1966, Banks também ficou famoso por defender uma cabeçada do Pelé durante a Copa de 1970, lance que ficou conhecido como "a defesa do século". Leia mais

  • Reprodução / Instagram

    Lutava contra um câncer

    A cantora Deise Cipriano, do Fat Family, morreu aos 39 anos no dia 12. Ela estava internada desde o final de agosto no Instituto do Câncer, em São Paulo, tratando um tumor no fígado.

    Filha caçula de Célio e Nelita Cipriano, Deise compartilhou, ao lado de seus oito irmãos, a paixão pela música. Ela começou a cantar no mundo gospel e ao lado de sua família fez parte do grupo Fat Family, grande sucesso nos anos 90 e dono de hits como "Jeito Sexy", versão em português de "Shy Guy", de Diana King, e "Fat Family", versão da canção "We Are Family", do grupo norte-americano Sisters Sledge. Leia mais

  • Wilian Aguiar

    Diva do teatro

    No dia 13, foi a vez de Bibi Ferreira partir, para a tristeza dos muitos fãs da eterna "grande diva do teatro brasileiro". A atriz morreu aos 96 anos, vítima de uma parada cardíaca. Leia mais

  • Reprodução

    Morte em supermercado

    Um segurança matou um jovem com uma "gravata" (técnica de estrangulamento) em um supermercado da rede Extra no Rio de Janeiro, no dia 14. O segurança Davi Amâncio imobilizou o jovem Pedro Gonzaga, porque, supostamente, o rapaz tentou furtar sua arma. Um vídeo que circulou nas redes sociais mostra o rapaz aparentemente desacordado, enquanto o segurança recusa os pedidos de pessoas ao redor para que soltasse o rapaz.

    No dia 17, o programa Fantástico exibiu reportagem mostrando que Davi Amâncio já foi condenado por lesão corporal após agredir uma ex-companheira e não poderia exercer a função. Leia mais

  • Reprodução

    Pedido de demissão ao vivo

    O apresentador Kaio Cézar, do "Globo Esporte Ceará", surpreendeu ao encerrar o programa do dia 16 com um pedido de demissão ao vivo. O programa é exibido no Sistema Verdes Mares, afiliada da Globo em Fortaleza. "O 'Globo Esporte' fica por aqui, e eu também. Neste momento estou pedindo demissão do Sistema Verdes Mares. Não abro mão do respeito e da dignidade em lugar nenhum. Um abraço", disse ele ao deixar o estúdio. Em desabafo no Facebook, Kaio disse que se sentia perseguido e desprestigiado, principalmente pelo diretor Paulo César Norões. Leia mais

  • Reprodução / TV Globo

    Maju fez história

    Também no dia 16, Maria Júlia Coutino estreou como apresentadora do Jornal Nacional, se tornando a primeira jornalista negra a sentar na bancada do telejornal mais assistido do Brasil.

  • Reprodução

    Bebê jogado de apartamento

    Uma mulher de 22 anos foi presa em flagrante no dia 17 sob a acusação de ter arremessado a filha recém-nascida da janela do banheiro de seu apartamento, no 2º andar de um prédio em um condomínio em Jardins do Planalto, bairro de Mossoró (RN), a cerca de 270 km de Natal. O bebê morreu, e a mãe, que antes estava escondendo a gravidez, revelou o parto e admitiu o crime. Leia mais

  • Reprodução

    Tentativa de feminicídio

    O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão preventiva de Vinícius Batista Serra, de 27 anos, após ele ser preso em flagrante no dia 17 sob a suspeita de espancar a empresária Elaine Caparróz em seu apartamento na Barra da Tijuca, na zona oeste carioca. Serra deve responder por tentativa de feminicídio, cuja pena é de no mínimo quatro anos de prisão.

    A vítima conheceu o agressor por meio de rede social. Após oito meses de conversas, os dois resolveram se encontrar no apartamento dela. O irmão da vítima, Rogério Caparróz, contou que ela foi encontrada desmaiada e desfigurada após vizinhos ouvirem os gritos de socorro da vítima. Leia mais

  • Fátima Meira / Futura Press

    Baixa no governo Bolsonado

    No dia 18, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno (PSL), foi demitido do cargo pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) na maior crise enfrentada pelo governo menos de dois meses depois da posse.

    O impasse sobre a possível saída de Bebianno do governo se arrastou por quase uma semana, após reportagens da Folha de S.Paulo indicarem que ele, então presidente do PSL durante a campanha eleitoral, teria autorizado o repasse de verbas do fundo partidário para uma candidata "laranja" em Pernambuco com o suposto apoio de Luciano Bivar, atual presidente da sigla. Leia mais

  • Estadão Conteúdo

    Depoimentos do Caso Daniel

    No dia 19, aconteceu o segundo dia de audiência de instrução do caso Daniel. A data foi marca por depoimentos de parte da família do atleta e de um amigo próximo do jogador. Em um dos momentos de mais polêmica, Lucas Muner, amigo de Daniel, disse que Cristiana Brittes se aproximou dele e "roubou" um beijo durante a balada de aniversário de Allana Brittes, na noite anterior ao crime.

    O dia foi emotivo para as testemunhas Eliana e Regina Correa, mãe e tia de Daniel. Elas falaram sobre a personalidade do jogador e conversas que tiveram com a família Brittes após o crime. Leia mais

  • Marcos Corrêa / PR

    Reforma da Previdência

    O governo de Jair Bolsonaro apresentou, no dia 20, seu projeto de reforma da Previdência, que prevê idade mínima para se aposentar de 62 anos, para mulheres, e 65 anos, para os homens, com pelo menos 20 anos de contribuição. O projeto ainda precisa ser analisado pela Câmara e pelo Senado para valer.

    Se a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) for aprovada da forma como está, quem começar a trabalhar agora teria que cumprir a idade mínima e o tempo de contribuição. Quem já trabalha pode entrar em uma regra de transição. Leia mais

  • AP

    Crise na fronteira

    No dia 21, o ditador Nicolás Maduro ordenou o fechamento da fronteira terrestre da Venezuela com o Brasil. O anúncio aconteceu dois dias antes da data prevista para que líderes da oposição a Maduro levassem ajuda humanitária ao país. O governo federal anunciou que essa ajuda seria transportada a partir de Pacaraima, em Roraima, cidade na fronteira pela qual têm entrado milhares de venezuelanos em território brasileiro fugindo da crise. Leia mais

  • Reprodução

    "Reality" com famosos

    A separação de José Loreto e Débora Nascimento virou - para o bem ou para o mal - o "entretenimento" preferido da internet, em uma história que envolve atrizes do alto escalão da Globo, como Marina Ruy Barbosa e Bruna Marquezine. Tudo começou quando Marina Ruy Barbosa notou publicações "informando" que ela, par romântico de Loreto na trama das 21h, seria pivô da separação. Marina chegou a chorar nos bastidores da novela e chamou Loreto de covarde por não tê-la defendido das acusações. Leia mais

  • Divulgação / Acervo Instituto Bicho D'Água

    Baleia em mata

    Uma baleia da espécie jubarte foi encontrada morta na tarde do dia 22 em uma área de mata da praia do Araruna, no município de Soure, no Pará. Segundo Dirlene Silva, secretária do Meio Ambiente de Soure, o animal foi localizado entre três e quatro metros da margem da praia. "A baleia parou na praia e foi levada pela maré para dentro na mata. Um pescador disse que avistou a baleia na praia, mas não conseguimos ir até o local por conta da maré alta", disse a secretária. Leia mais

  • Reprodução / Instagram

    Elo do senador com as milícias

    Matéria publicada no dia 22 na revista Isto É revelou que irmã de milicianos assinava cheques em nome de Flávio Bolsonaro. Valdenice de Oliveira Meliga, irmã dos milicianos Alan e Alex Rodrigues Oliveira, presos na operação "Quarto Elemento" do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e do Ministério Público do Rio de Janeiro, assinou cheques de despesas da campanha em nome do então deputado estadual e atual senador do PSL, filho do presidente Jair Bolsonaro. Leia mais

  • Reprodução / Facebook

    Tragédia em Sorocaba

    O agente penitenciário Francisco Moacir Nunes Junior, 37, matou com um tiro a namorada Iara Coelho da Silva, 30, durante uma briga do casal, em Sorocaba (interior de São Paulo), na noite do dia 23. Em seguida, ele colocou o corpo dela no carro e viajou até a casa dos seus pais, em Itapetininga, a 65 km de distância.

    Depois de contar o que o tinha acontecido, Nunes Junior pediu perdão à família, saiu da casa, entrou no carro onde estava o corpo da mulher e se matou. Aos familiares, o agente alegou que o tiro contra Iara tinha sido acidental. Leia mais

  • Reprodução

    Oscar 2019

    Ainda não foi dessa vez que a Netflix faturou o Oscar de melhor filme. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas escolheu "Green Book: O Guia" como o melhor filme do ano passado, deixando para trás "Roma", aposta da plataforma de streaming na premiação.

    O filme saiu da premiação com um total de três estatuetas, incluindo também as de roteiro original e ator coadjuvante, para Mahershala Ali. Ele empatou com "Roma", que também levou três prêmios: diretor (para Alfonso Cuarón), filme estrangeiro e fotografia. Leia mais

  • Divulgação

    As máquinas pararam...

    O dia 25 foi marcado por duas mortes de figuras importantes do esporte. O jornalista esportivo Roberto Avallone morreu aos 72 anos, em São Paulo, vítima de uma parada cardíaca. Avallone começou a carreira na década de 1960, no jornal Última Hora. Anos depois, ele virou chefe de reportagem do "Jornal da Tarde" e ganhou dois prêmios Esso. Além destes veículos, o jornalista trabalhou nas rádios Eldorado, Globo, Jovem Pan, Bandeirantes, Capital, Record e Band News FM. Ele também ficou conhecido pelos bordões "exclamação" e "parem as máquinas". Leia mais

  • Bruno Haddad / FFC

    Artilheiro do Flu

    No mesmo dia da morte de Avallone, quem também partiu foi Waldo, maior artilheiro da história do Fluminense. O ex-atacante, que morreu aos 84 anos, lutava contra o mal de Alzheimer e vivia em uma clínica vinculada ao Valencia, da Espanha.

    Natural de Niterói, Waldo marcou 309 gols em 413 jogos com a camisa do Fluminense antes de se transferir para o Valencia em 1961, clube pelo qual jogou nove temporadas consecutivas. Leia mais

  • Aloisio Mauricio / Foto Arena / Estadão Conteúdo

    Nova líder do governo

    Deputada de primeiro mandato, Joice Hasselmann (PSL-SP) foi anunciada como líder do governo no Congresso durante reunião realizada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) com as lideranças dos partidos na Câmara. Ela disse que tem como missão reunir um "time de articuladores" para aprovar a reforma da Previdência no Congresso. Leia mais

  • Dikran Junior / Estadão Conteúdo

    Colisão de trens no Rio

    Dois trens com passageiros do ramal Deodoro bateram na estação de São Cristóvão, na zona norte do Rio, na manhã do dia 27. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente deixou ao menos nove feridos, sendo que o maquinista de um dos trens ficou preso nas ferragens por mais de sete horas, mas morreu no local.

    O funcionário, identificado como Rodrigo Assunção, foi retirado desacordado das ferragens e submetido a massagem cardíaca pelos bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos. Leia mais

Mais Listas