PUBLICIDADE
Topo

Listas

Veja destaques da Copa SP que podem pintar no elenco principal do seu time

Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/01/2019 04h00

A 50ª edição da Copa São Paulo chegou ao fim na última sexta-feira (25), com a vitória do São Paulo sobre o Vasco nos pênaltis. Famosa por revelar craques ao longo das últimas décadas, a Copinha voltou aos holofotes nas primeiras semanas de janeiro. Enquanto os 128 times jogavam, jovens promessas do futebol brasileiro eram analisadas.

Com o fim da competição mais importante da base nacional, o UOL Esporte montou uma lista com os principais destaques de alguns dos maiores times do país. Todos eles têm chance de integrarem já nesta temporada os elencos profissionais de suas respectivas equipes.

  • Athletico

    O Furacão inscreveu três atletas que jogaram a Copinha no elenco de Aspirantes, que disputa o Paranaense. O zagueiro Lucas Halter, com passagens pelas seleções de base, é o mais conhecido. O atacante Vitinho, 4 gols na Copinha, também ganhou essa oportunidade, bem como o volante Christian e o meia Bruno Leite.

  • Atlético-MG

    Matheus Mendes (goleiro)
    O goleiro foi o grande nome do elenco que caiu para o Volta Redonda no torneio. Destaque da equipe, com apenas quatro gols sofridos, já recebeu convocações para a seleção brasileira de base e agradou. Será utilizado por Levir Culpi no elenco profissional.

    Igor Reis (atacante)
    O atacante de 19 anos [à direita na foto] nunca foi badalado nas divisões de base. No entanto, na Copinha deste ano, foi o artilheiro do Atlético-MG com três gols e já foi comunicado que terá chances no time principal.

  • Botafogo

    Caio Alexandre (volante)
    Volante está na mira do Corinthians e poderá ser incorporado ao elenco após bom desempenho na Copinha. As negociações com o clube paulista, no entanto, podem atrapalhar a sequência do atleta em General Severiano. Se a transferência não concretiza, é nome certo no elenco profissional do Botafogo.

    Lucas Barros (lateral esquerdo)
    Lateral esquerdo foi quem mais se destacou na Copinha. Apesar de mostrar deficiências na marcação, o jogador apresentou futebol de qualidade com a bola nos pés. Deve ter chance no elenco profissional, com poucas opções em sua posição.

  • Corinthians

    Fabrício Oya (meia)
    Embora complete 20 anos em julho deste ano, o meia já disputou quatro Copinhas. Na atual edição, foi o maior destaque corintiano, com poder de decisão sobretudo nas bolas paradas. O jogador de 19 anos já chegou a treinar na equipe profissional no fim do ano passado.

    Rafael Bilu (meia-atacante)
    Assim como Oya, o meia-atacante também já treinou no time de cima na reta final da temporada 2018. Além disso, Bilu entrou em campo diante da Chapecoense, em jogo do Campeonato Brasileiro - foram nove minutos em campo. Na Copinha, o atleta, que mostra muita velocidade e força física, passou a atuar na segunda fase, depois de se recuperar de uma lesão.

    Roni (volante)
    Mesmo sendo volante, o jogador de 19 anos conseguiu se destacar pelos gols marcados e pelas subidas bem-sucedidas ao ataque, com presença constante na entrada da área. Roni ainda não teve chances de treinar entre os jogadores profissionais, mas se encaixa em todos os requisitos para fazer parte da lista B do Campeonato Paulista.

  • Coritiba

    O Coxa também recorreu à destaques da Copinha para reforçar a equipe que disputa o Campeonato Paranaense. O atacante Igor Jesus, que marcou 4 gols no torneio, é o destaque da lista que também tem o goleiro Gabriel Bubniack, o volante Henrique Vermudt e o atacante Igor Paixão.

  • Cruzeiro

    Vinícius Popó (centroavante)
    Se houver alguma promoção, o nome que pode ser aproveitado é de Popó. Vinícius Popó foi artilheiro do Cruzeiro na Copinha. Aos 17 anos, fez mais de 100 gols em sua passagem pelas categorias de base da Raposa. Apesar da pouca idade, costuma fazer jogos com o time sub-20 do Cruzeiro e pode ser um dos cotados para ganhar uma experiência no plantel principal, herdando a vaga deixada pelo veterano Barcos.

  • Flamengo

    Reinier (meia)
    Aos 17 anos, o jogador é considerada a maior promessa da base do Flamengo desde que Lucas Paquetá e Vinicius Jr. explodiram na equipe de cima. Principal nome do rubro-negro na Copinha, o jovem é quem pinta com mais possibilidades de pintar no grupo de Abel Braga esse ano. Apesar da pouca idade, é quem surge com mais possibilidades dentre os jogadores que disputaram a competição.

  • Fluminense

    A princípio, o Fluminense não planeja usar nenhum que jogou a Copinha esse ano até o momento. Os da base que devem ser aproveitados nem jogaram a competição.

  • Grêmio

    Da Silva (centroavante)
    Autor de cinco gols na Copinha, ele já foi destaque em outros torneios recentes. É tratado como uma opção de médio e longo prazo para o grupo principal do Grêmio. Também já entrou no radar de clubes europeus.

  • Inter

    Heitor (lateral direito)
    Foi promovido ao elenco principal do Inter nesta semana por contingência. As baixas fizeram o técnico Odair Hellmann recorrer ao jovem, elogiado pelo vigor e apoio nos jogos da Copa São Paulo.

  • Palmeiras

    O Palmeiras não deve dar chance a ninguém que esteve na Copinha. Os que devem ter chance de treinar com o time serão os garotos que estao no sul-americano sub-20. Seis jogadores alviverdes estão na selação brasileira: o zagueiro Vitão, o lateral Luan Cândido, os volantes Gabriel Furtado e Gabriel Menino, o meia Alan e o atacante Papagaio.

  • Santos

    Lucas Lourenço (meia)
    Principal nome na decepcionante campanha do time na disputa da Copinha, o meia pode ajudar em uma posição carente no elenco do Santos, hoje ocupada por Jean Mota, destaque nas duas primeiras partidas no Paulista, mas que era muito criticado em 2018. Assim como vários outros jovens, Lourenço tem ganho oportunidades do técnico Jorge Sampaoli para treinar junto ao elenco principal em alguns treinos específicos.

  • São Paulo

    Tuta (zagueiro)
    Zagueiro na edição deste ano e lateral-direito na do ano passado, Tuta já é considerado experiente e chegou a ser relacionado para jogos do profissional do São Paulo no fim de 2018. Tem boa saída de bola e ótima impulsão, mas às vezes exagera no preciosismo, como quando tentou dar chapéu na área e cedeu gol para a Ferroviária na primeira fase da Copinha.

    Antony (meia-atacante)
    O meia-atacante [foto] tem apenas 18 anos, mas já fez três jogos pelo profissional e é considerado parte do grupo. Foi apenas "emprestado" para disputar a Copinha. É muito habilidoso, sofre muitas faltas e incomoda os adversários. Seu rendimento aumentou quando saiu da ponta direita para ter mais liberdade de movimentação.

    Gabriel Novaes (atacante)
    O artilheiro da Copinha com dez gols quebrou recordes pelo São Paulo: maior número de tentos em uma só edição do torneio e o maior goleador geral do clube na competição. Após a saída de Tréllez, emprestado ao Internacional, e devido ao fato de Jardine não ver Carneiro como um centroavante fixo, a situação de Novaes será observada com carinho. Ele ficaria atrás de Diego Souza e Pablo.

  • Vasco

    Miranda(zagueiro)
    Já treinava com o profissional ano passado, onde disputou uma partida contra o Internacional pelo Campeonato Brasileiro. Desceu para o sub-20 para participar da Copinha

    Caio Lopes (volante)
    Ainda não teve oportunidade no profissional, mas tem sido muito elogiado por ser tratar de um volante com boa técnica e que chega nem ao ataque.

    Lucas Santos (meia-atacante)
    Camisa 10 e capitão do time, é um dos principais destaque. Habilidoso, Lucas Santos [foto] chegou a treinar com os profissionais no início do ano, com Zé Ricardo, mas acabou descendo novamente para o sub-20

    João Pedro (ponta)
    Outro destaque da Copinha e que também chama a atenção pela habilidade. Ainda não teve chance nos profissionais

    Tiago Reis (atacante)
    É o artilheiro do Vasco na Copinha com 7 gols. Desde que chegou do Cruzeiro, em agosto do ano passado, já disputou 24 jogos e fez 19 gols.

Listas