PUBLICIDADE
Topo

Oito fatos e polêmicas sobre Edir Macedo

Reprodução/Instagram @bispomacedo
Imagem: Reprodução/Instagram @bispomacedo

do BOL

18/02/2018 07h00

Bispo, um dos fundadores da Igreja Universal do Reino de Deus e proprietário da TV Record, Edir Macedo completa 74 anos nesta segunda (18). Você sabia que ele e, seu atualmente rival, R.R. Soares já foram amigos íntimos e, inclusive, agora fazem parte da mesma família? Confira essas e outras curiosidades a respeito do polêmico religioso ex-católico e seus controversos projetos.

  • Reprodução/Instagram @bispomacedo

    Ex-católico

    Nascido em 1945, Edir Macedo cresceu em um lar católico e durante muitos anos foi devoto de São José, segundo reportagem divulgada pela IstoÉ. Foi ao frequentar um culto evangélico da Igreja Pentecostal de Nova Vida, em 1964, no Rio, que rompeu com a antiga religião, passando a se opor ferrenhamente a ela, com discursos e posicionamentos bastante polêmicos

  • Reprodução/Instagram @bispomacedo

    Parceria com R.R. Soares

    Foi na Igreja Pentecostal de Nova Vida que Edir Macedo conheceu e nutriu uma forte amizade por ninguém menos que R.R. Soares, que desde criança sonhava em falar sobre Deus na televisão. Os dois saíram da Nova Vida em 1975 e, juntamente com dois companheiros, fundaram o Salão da Fé, que funcionava de maneira itinerante. No ano seguinte, abriram a Igreja da Bênção, em uma antiga funerária, que posteriormente, e já sem os outros dois missionários, virou a Igreja Universal do Reino de Deus

  • Reprodução/Instagram @bispomacedo

    Tomou a liderança do cunhado

    No início da Igreja Universal do Reino de Deus, R.R. Soares era o líder, sendo Edir Macedo responsável por dirigir apenas reuniões em ocasiões com público menor. Os dois, que tornaram-se cunhados depois de Soares se casar com a irmã de Macedo, passaram a se desentender quanto a melhor forma de administrar a igreja e quais rumos seguir. A partir de 1980, Macedo começou a ganhar destaque dentro da instituição, conquistando apoio de outros pastores. Logo, passou a questionar a liderança do cunhado e, ao convocar uma assembleia para estabelecer um novo comando para a IURD, ganhou o controle da igreja, vendo, na sequência, Soares ir embora por não concordar com as diretrizes do novo líder. Mediante uma compensação financeira por sua saída, R.R. Soares fundou a Igreja Internacional da Graça de Deus em 1980. Desde então, os cunhados tornaram-se rivais publicamente e passaram a fazer acusações um contra o outro

  • Reprodução/Instagram @bispomacedo

    Cadeia

    Edir Macedo passou 11 dias preso em 1992, acusado de charlatanismo, curandeirismo e estelionato. Segundo ele, no livro "Nada a Perder", autobiografia lançada em 2012, o episódio teria sido resultado de uma perseguição do "Clero Romano". "Eram políticos de prestígio, empresários da elite econômica e social, intelectuais, juízes, desembargadores e outras autoridades do Poder Judiciário que tomavam decisões sob a influência do alto comando católico", revelou o religioso, que ainda afirmou no relato: "A sina da Universal é barrar a Igreja Católica"

  • Reprodução/Instagram @bispomacedo

    Plano político

    Em seu livro, "Plano de Poder", lançado em 2008, Edir Macedo afirma que Deus tem um plano político para os fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus: governar o Brasil. Para o religioso, usar a potencialidade numérica dos evangélicos como eleitores pode ser decisivo para qualquer embate político. Marcelo Crivella, que é sobrinho de Macedo e bispo licenciado pela igreja do tio, já deu um passo importante nesse sentido ao ser eleito prefeito do Rio de Janeiro em outubro de 2016

  • Exército próprio?

    Em 2015, foi a vez de a Igreja Universal do Reino de Deus, criada por Edir Macedo, iniciar o projeto "Gladiadores do Altar", mostrando jovens rapazes marchando e batendo continência, enquanto afirmavam estarem "prontos para a batalha". Em seu site oficial, a IURD, apontou: "O projeto realiza reuniões semanais com os rapazes que estão dispostos a abrir mão de suas vidas para que outras pessoas sejam ajudadas, cumprindo assim o que Jesus disse: 'Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura'". O Ministério Público Federal, no entanto, resolveu instaurar inquérito civil depois de denúncias de intolerância religiosa contra o grupo, que teria caráter paramilitar

  • Acusado de tráfico internacional de crianças

    Em dezembro de 2017, uma reportagem investigativa divulgada por uma emissora de TV portuguesa acusou o bispo Edir Macedo de tráfico internacional de crianças. Segundo o que foi divulgado, na década de 1990, a IURD mantinha um lar ilegal para crianças, onde filhos de pais sem condições financeiras eram encaminhados para outras famílias sem acompanhamento, promovendo, dessa forma, adoções ilegais por bispos e pastores da igreja. De acordo com a reportagem, algumas crianças teriam sido, inclusive, roubadas. Os próprios netos de Edir seriam crianças roubadas do Lar Universal, nome dado à instituição, o que eles fizeram questão de negar em vídeo divulgado nas redes sociais. Ao BOL, a assessoria da IURD afirmou que as alegações da TVI eram uma "campanha difamatória e mentirosa"

  • Reprodução/Instagram @bispomacedo

    Fortuna

    O império construído por Edir Macedo não é algo que possa ser ignorado. Em 2013, a Forbes divulgou uma reportagem sobre os bispos milionários fundadores das maiores igrejas evangélicas do Brasil. "Religião sempre foi um negócio lucrativo", diz a matéria, em que Edir aparece no topo do ranking com singelos R$ 2 bilhões, então seguido por Valdomiro Santigo, ex-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, e seus R$ 400 milhões. Ao longo dos anos, o principal nome da IURD, no entanto, viu seu patrimônio diminuir, mas se manteve acima da linha de R$ 1 bilhão. Com uma série de livros, alguns extremamente críticos em relação ao catolicismo e religiões de matriz africana, Edir é dono de alguns meios de propagação de sua fé, como a rede Record, o canal Record News, o jornal Folha Universal, diversos templos, inclusive nos EUA, entre outros bens

Listas