Topo

Tiradas de Laureta e mais razões para sentir saudades de "Segundo Sol"

 TV Globo/João Cotta
Quarteto de protagonistas de "Segundo Sol" Imagem: TV Globo/João Cotta
do UOL

Carolina Farias

Do UOL, no Rio

09/11/2018 04h00

A novela teve altos e baixos não há dúvidas, mas muita coisa vai deixar saudade com o final de "Segundo Sol" nesta sexta-feira (9). Como esquecer a beleza de Ícaro (Chay Suede) e de outros galãs? E as frases de Laureta (Adriana Esteves), a vilã que o Brasil ama odiar?

A reportagem do UOL mostra por que você vai sentir falta da trama a partir da semana que vem.

  • Montagem/UOL

    Gatos

    Um time de gatos vai deixar belas lembranças: Ícaro (Chay Suede), Beto Falcão (Emilio Dantas), o "looser" Edgar (Caco Ciocler), Roberval (Fabricio Boliveira) e o mau caráter Remy (Vladimir Brichta). Quem não suspirou com o filho de Luzia, com seu figurino despojado e suas camisas estampadas sempre abertas? Sem contar as cenas quentes com Rosa (Leticia Colin) e com a vilã Laureta (Adriana Esteves) que colocaram fogo na trama

  • Reprodução/Globo

    Humor de Laureta

    A boa vilania só está completa quando vem temperada com boas pitadas de humor inteligente. Laureta soube colocar dosar o veneno com graça e frases espirituosas. "Gente como a gente não se apaixona, fecha negócio", diria a personagem.

    A cafetina também mostrou ser culta. Ela chegou a citar "Esperando Godot", peça de Samuel Beckett, e em algumas ocasiões apareceu lendo obras prestigiadas, como em uma cena com Severo (Odilon Wagner) onde ela lia "A Cabra Vadia", livro de Nelson Rodrigues

  • Globo

    Casal

    Clóvis (Luis Lobianco) era o irmão meio decadente de Beto Falcão que não conseguiu ser famoso nem mesmo na aba do autor de "Axé Pelô". O personagem estava meio solto no núcleo até aparecer Gorete (Thalita Carauta), que virou sua paixão e trouxe frescor e comicidade para o casarão da família. A dupla convenceu e se tornou uma das mais carismáticas da trama, ganhando o coração do público com o segundo hit da novela, a chiclete "Sal na Pele"

  • Cesar Alves/Globo

    Trilha sonora

    "Segundo Sol" teve em sua trilha sonora muito mais que "Axé Pelô", sucesso que alçou Beto Falcão ao status de ídolo da música baiana, ou "Sal na Pele", da dupla Clóvis (Luis Lobianco) e Gorete (Thalita Carauta). A trama também foi embalada por músicas atuais e sucessos da década de 1990: "Baianidade Nagô", gravada por Maria Gadú, "Beija Flor", por Johnny Hooker, e "Milla", cantada pelo próprio Netinho

  • Globo

    Salve Salvador

    Em geral, as novelas da Globo retratam o interior do Nordeste, mas "Segundo Sol" colocou Salvador em destaque. Não faltaram lindas imagens da cidade e seus pontos turísticos como o Farol da Barra e os casarões históricos, entre eles do bairro Santo Antônio, onde morava a família Falcão.

    Outros elementos da cultura local também estavam na trama, principalmente as gírias usadas pelos personagens como "barril", para falar de algo forte, "resenha" para contar uma história ou o já conhecido "ó paí", para apontar alguma coisa

Mais Entretenimento