PUBLICIDADE
Topo

Na gringa: provocação de CR7 contra o Atlético de Madri vira polêmica

Gabriel Bouys/AFP
Imagem: Gabriel Bouys/AFP
do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

21/02/2019 17h46

Cristiano Ronaldo novamente surgiu como o centro das atenções no dia do futebol europeu. Desta vez, não pela capacidade goleadora. A provocação feita pelo craque português da Juventus aos torcedores do Atlético de Madri, durante e depois da derrota por 2 a 0 para os espanhóis, gerou polêmica na terra que abraçou o camisa 7 durante quase uma década. 

Na gringa

  • Pierre-Philppe Marcou/AFP

    A frase: "Eu tenho cinco Champions; o Atlético, zero"

    Cristiano Ronaldo provocou a torcida do Atlético de Madri ainda dentro de campo. As câmeras de televisão flagraram o craque português mostrando a mão cheia e aberta na direção da torcida. Se havia qualquer dúvida sobre o significado, o camisa 7 da Juventus fez questão de encerra-la na zona mista do Wanda Metropolitano, depois da derrota por 2 a 0. "Eu tenho cinco Liga dos Campeões; o Atlético, zero."

  • Reprodução

    O "cara": Diego Simeone

    Se nos títulos, Cristiano Ronaldo sobra em relação ao Atlético de Madri, em campo a história se mostrou diferente. Já consagrado há anos como um dos melhores treinadores da Europa, Diego Simeone comandou o clube da capital espanhola a uma importante vitória por 2 a 0 sobre a poderosa Juventus, que aproxima os colchoneros das quartas de final da Liga dos Campeões. Até a comemoração do argentino marcou a noite no Wanda Metropolitano.

  • JAVIER SORIANO / AFP

    O fiasco: Juventus "sem personalidade"

    Do outro lado, lamentação. A Juventus viveu uma das noites mais frustrantes da temporada. Se sobra na Itália, a equipe alvinegra se mostrou frágil e complicou a sua situação na principal competição europeia. A atuação ruim no Wanda Metropolitano pode ser descrita por Andrea Pirlo, ídolo do clube: "Vi um time sem personalidade, com pouco desejo de propor o jogo ou inventar alguma coisa diferente", disse na Sky.

  • REUTERS/Sergio Perez

    A polêmica: CR7 é atacado na Espanha

    Os gestos de Cristiano Ronaldo não passaram incólume nos jornais espanhóis. No El Confidencial, o colunista Ulises Sánchez-Flor escreveu que o "orgulho do português sempre foi maior do que anotar gols" e detonou a atuação completamente discreta do camisa 7 da Juventus. O presidente do Atlético de Madri também respondeu e insinuou favorecimento ao Real nas duas finais de Champions contra os colchoneros. "Para mim, ele tem só três títulos."

  • Patrik Stollarz/AFP

    A jogada: Éderson garçom

    Saiu dos pés do goleiro do Manchester City a assistência para decretar a importante vitória fora de casa sobre o Schalke 04 ? e com um atleta a menos em campo. Éderson deu um lançamento impressionante para Sterling dominar na área e anotar o terceiro gol dos ingleses. Triunfo por 3 a 2, na Alemanha, e vantagem no confronto pelas oitavas de final.

  • Matthew Childs/Reuters

    A "canelada": Abraço na hora errada

    O Manchester City viveu momentos de drama na partida contra o Schalke 04. Em um espaço de menos de dez minutos, o time alemão virou a partida depois de dois pênaltis. No segundo, a colaboração veio do brasileiro Fernandinho. O volante agarrou um adversário, quase que dando um abraço, e acabou flagrado pela arbitragem. Sorte que os comandados de Guardiola conseguiram a virada...

  • Franck Fife/AFP

    A negociação: Veterano deixa PSG

    O veterano Lass Diarra, 33 anos, rescindiu contrato com o Paris Saint-Germain. Quatro meses antes do fim do compromisso, o meio-campista decidiu encerrar a passagem pelo clube francês e anunciou a aposentadoria dos gramados. "Chegou o momento de pendurar as chuteiras. Dei muito pelo futebol. Graças ao futebol, também recebi muito. Não digo que fiz tudo perfeito, mas que fiz tudo com coração, paixão e boa atitude."

  • Wolfgang Rattay/Reuters

    A história deste gol: Gol que machucou

    Leroy Sané é cria da base do Schalke 04. Ontem, ele jogou contra o clube que o projetou para o futebol. O alemão, atualmente estrela do Manchester City, anotou um golaço de falta, o segundo do time inglês contra os alemães na vitória por 3 a 2. O próprio meia-atacante admitiu um sentimento de culpa. O coração falou mais alto: "fiquei um pouco triste pelo Schalke, porque o clima estava fantástico, como sempre."

  • Reprodução/Instagram

    Na intimidade: Arte Martial

    Anthony Martial aprontou, fez arte. O atacante francês do Manchester United pediu desculpas públicas por trocar mensagens de cunho sexual com a modelo Malika Semichi, enquanto a sua namorada estava grávida. A revelação é obra do tabloide The Sun e foi confirmada pelo próprio atleta. "Gostaria de pedir desculpas aos meus familiares, minha família amorosa e especialmente para minha namorada pelos danos que causei nos últimos meses."

Listas