PUBLICIDADE
Topo

Na gringa: Militão chega ao Real Madrid e Paul Scholes se demite em 31 dias

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter
do UOL

Do UOL, em São Paulo

14/03/2019 17h47

O noticiário esportivo internacional ficou agitado com a confirmação da contratação de Éder Militão pelo Real Madrid. O defensor do Porto custará 50 milhões de euros (cerca de R$ 215 milhões) aos cofres espanhóis, novo recorde de venda do futebol português.

Enquanto uns chegam em novos times, outros se demitem. Na Inglaterra, Paul Scholes encerrou sua primeira aventura como treinador em apenas 31 dias. O ídolo do Manchester United decidiu se demitir do Oldham Athletic.

Na gringa

  • Marco Bertorello/AFP

    A frase: "Real não teria sido tão campeão sem C. Ronaldo"

    Com Cristiano Ronaldo voando na Juventus, Jorge Mendes, empresário do português, concedeu uma entrevista e cutucou o Real Madrid. Para o agente, o clube espanhol não teria conquistado tantas vezes a Liga dos Campeões se não fosse Cristiano Ronaldo.

    "Sem Cristiano Ronaldo, o Real Madrid não teria vencido tantas vezes a Liga dos Campeões. Ele foi protagonista dos quatro títulos, isso é um fato".

  • Miguel Riopa/AFP

    O cara: Militão chega ao Real Madrid

    Éder Militão entrou para a história do futebol português. Ao ser vendido por 50 milhões de euros (cerca de R$ 215 milhões) para o Real Madrid, o brasileiro se tornou a negociação mais cara da história do campeonato de Portugal em números absolutos. A antiga marca era de Pepe, quando deixou o mesmo Porto para o mesmo Real Madrid por 30 milhões de euros. Leia mais

  • Divulgação/Oldham Athletic

    O fiasco: Paul Scholes, técnico por 31 dias

    Durou apenas 31 dias a primeira aventura de Paul Scholes como técnico de futebol. O ídolo do Manchester United havia assinado contrato para comandar o Oldham Athletic, da quarta divisão do Campeonato Inglês. Hoje, contudo, ele anunciou que deixaria a equipe por não ter encontrado aquilo que foi prometido a ele no momento da assinatura do contrato.

  • Reprodução

    A polêmica: Torcedor leva 40 pontos após facada

    O torcedor do Aston Villa Martin Hollinshead levou mais de 40 pontos no rosto após sofrer uma facada durante briga com outro integrante da torcida em um jogo do time realizado fora de casa contra o Nottingham Forest, ontem, pela segunda divisão da Inglaterra. De acordo com seu relato, ele teve uma discussão no ônibus que levava os torcedores de volta a Birmingham depois do jogo que terminou com vitória do Aston Villa por 3 a 1. Depois do desembarque, ele foi atacado em uma rua próxima. Leia mais

  • Alejandro Pagni/AFP

    Na intimidade: Ex-Boca rebate críticas de ex-mulher

    Ex-jogador de Boca Juniors e Roma, Dani Osvaldo usou seu Instagram para rebater uma cutucada feita por sua ex-mulher Jimena Baron. Em uma postagem, ela mostrou um documento que, em tese, seria preenchido pelo filho e na parte do trabalho do pai, escreveu "nem ideia". Osvaldo largou o futebol para se dedicar à carreira de músico.

    Em um longo texto, Osvaldo rebateu: "Cansei de deixar que opinem sem saber, cansei de comer merda por culpa de gente que acha que expor seu filho 24 horas por dia nas redes sociais é ser um bom progenitor. Não tenho que dar explicações a ninguém, eu amo meus filhos e trato de dar a eles uma boa educação e ensiná-los bons valores. Tenho milhares de vídeos e fotos com meus filhos, mas são para mim, para os meus amigos e minha família", escreveu.

Listas