Topo

Férias de julho: veja 10 cuidados para o seu carro durante o inverno

Lucas Lacaz Ruiz/Folhapress
Movimento na praça de pedágios em Arujá, altura do km 204, sentido RJ, via Dutra Imagem: Lucas Lacaz Ruiz/Folhapress
do UOL

Gabriel Lima

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-06-17T07:00:00

17/06/2019 07h00


Atenção! Com as férias de julho chegando, muitas famílias se programam para aproveitar ao máximo o período do recesso escolar e viajar com o próprio carro. E, para evitar imprevistos, é essencial estar com as revisões do seu veículo em dia. Se no verão isso é importante, no inverno é crucial, já que a estação apresenta riscos extras para o bom funcionamento dos automóveis.

Por isso, preste atenção em algumas recomendações para evitar imprevistos enquanto aproveita o período de férias:

  • Ligue o ar-condicionado!

    Sim, você leu certo. Apesar de no frio a última coisa que você quer no seu carro é ligar o seu ar-condicionado no inverno, o ideal é que você o acione por alguns minutos durante a semana. Esse cuidado é para que os componentes de seu sistema não ressequem devido ao desuso, prevenindo vazamentos nas mangueiras devido a rachaduras.

  • Cuidado com a bateria

    O desgaste da bateria é um problema real no frio. Isso porque as temperaturas mais baixas reduzem a reação dos componentes químicos dela e deixam o óleo do motor mais viscoso. Por isso, evite desligar o carro em congestionamentos ou ligar o carro com rádio ou faróis ligados em dias frios. Fique sempre de olho na carga da bateria. Se o motor girar devagar quando for dada a partida no carro, sua bateria estará com a carga baixa. O ideal é procurar um mecânico para saber se há a possibilidade de uma recarga ou se o recomendável é a troca da bateria.

  • Atenção ao "tanquinho"

    Se você possui um carro flex, já percebeu que o motor demora um pouco mais para ligar no frio se estiver abastecido com etanol. Isso acontece porque o poder de combustão do álcool é menor em temperaturas mais baixas, na faixa dos 15°C. Por isso, é importante se certificar de que o chamado reservatório de partida a frio esteja abastecido com gasolina aditivada "fresca", já que quanto mais velha for a gasolina pior se torna seu poder de combustão, o que pode prejudicar o desempenho do veículo. O investimento vale a pena, já que o reservatório possui menos de um litro. Importante: alguns carros mais modernos já utilizam sistemas mais sofisticados e abandonaram o tanquinho.

  • O carro não pegou? Não encharque as velas!

    Um cuidado especial que você tem que ter com o seu carro no inverno são com as velas de ignição do seu motor. Se o carro não pegar na primeira tentativa que você fizer, não siga tentando instantaneamente pois isso pode encharcar as velas. O ideal é que você desligue o carro e espere alguns instantes para que o combustível evapore da câmara de combustão. Se o carro seguir sem pegar, o ideal é visitar um mecânico de confiança.

  • Palhetas do para-brisa

    Feitas de borracha, elas ressecam com facilidade com o tempo frio. Este ressecamento pode arcar em problemas na limpeza dos vidros, podendo ocasionar riscos e sujeiras. Em situação normal, é recomendável que se troque as palhetas de três em três meses. Por isso, importante prestar uma atenção especial nas palhetas durante o inverno.

  • Abasteça o reservatório de água do para-brisa

    O clima mais frio muitas vezes pode formar neblina, o que traz normalmente mais sujeira para os vidros. Por isso, é essencial ter sempre cheio o reservatório de água do seu carro, e com um detergente próprio para auxiliar na limpeza.

  • Precaução com a pintura

    Devido ao clima frio e seco, danos à pintura podem ser potencializados durante o inverno, sobretudo em geadas. Muito comuns no sul do Brasil, é preciso ter cuidado com elas. Para retirar gelo acumulado na lataria do seu veículo, basta jogar água fria. Isso evita que a pintura seja riscada ou removida.

  • Pressão dos pneus

    Pelo fato de o ar frio ser mais denso, o ar dentro dos pneus tende a condensar também, o que faz a pressão deles diminuir. Isso ocasiona uma maior fricção entre a borracha dos pneus e o asfalto, o que pode aumentar o consumo do veículo e o seu desgaste. Por isso, é necessário verificar a pressão dos pneus uma vez por semana de maneira preventiva. Se sua cidade é uma das poucas nas quais eventualmente neva no inverno brasileiro, é necessário o uso de correntes nos pneus.

  • Líquido do radiador

    Se for para locais frios, é sempre ideal verificar o líquido de arrefecimento do radiador. Em locais onde há um inverno muito rigoroso, pode ser necessária a utilização de um líquido anticongelante. Ele também evita que a água evapore e enferruje peças do sistema de arrefecimento.

  • Cuidado ao ligar o carro

    Com mais frio, é comum sentir o funcionamento do motor mais sensível logo após ligar o carro. Muita gente crê que o melhor nessa fase é acelerar, aumentando a rotação do propulsor para esquentá-lo. Entretanto, o que ocorre é exatamente o contrário. Aumentar o giro do motor com o veículo frio e com lubrificação parcial pode diminuir sua vida útil e faz potencializar danos nestes instantes iniciais de funcionamento. O ideal é permanecer com o carro parado e, quando sair, utilizar as rotações mais baixas possíveis.

Mais Listas