Topo

25 fatos curiosos sobre gigantes de aço, os aviões e seus voos

Colaboração par ao BOL

2019-03-19T14:00:00

19/03/2019 14h00

Eles despertam curiosidade e fascínio em muitas pessoas que se perguntam como é que eles conseguem, tão pesados, se manter no ar. Saiba algumas curiosidades sobre esses gigantes que cortam os céus do planeta.

  • Reprodução/Air Canada

    Pressurização

    Se a cabine do avião está pressurizada e uma porta se abre em altitude elevada, a abertura repentina pode fazer com que objetos e pessoas sejam sugados para fora da aeronave. Porém, a pressurização e o formato da porta, maior do que a abertura, tornam quase impossível que alguém a abra durante um voo

  • Reprodução/okigihan

    Combustível

    Um Boeing 747 pode transportar cerca de 170 mil litros de combustível, o que pesa mais de 137 toneladas

  • Reprodução/Picture Newsletter

    Previsão do tempo

    Os rastros que os aviões deixam no ar são feitos de vapor de água, e podem ajudar na previsão do tempo: linhas finas indicam baixa umidade e tempo firme. As mais duradouras e grossas podem indicar a chegada de uma tempestade

  • Reprodução/Torange

    Melhor assento

    Um estudo da revista "Popular Mechanics" descobriu que os passageiros que se sentam perto da cauda do avião têm mais probabilidade de sobreviver a um acidente do que os se sentam nas primeiras filas. Será mesmo?

  • Reprodução/Airlinereporter

    Quilômetros por litro

    O Airbus A380, Boeing 787, ATR-600 e aviões Bombardier C Series consomem menos de três litros de combustível a cada 100 quilômetros por passageiro. Proporcionalmente, seria como um carro com dois passageiros fazendo 16 km/litro de combustível

  • Reprodução/Abcnews

    Ar puro

    O ar da cabine do avião passa pelo mesmo sistema de que filtra o ar em hospitais. A mesinha de refeições pode até estar cheia de germes, mas o ar estará sempre limpo

  • Reprodução/Awesome-u

    Procedimento de emergência

    Se um avião precisa fazer um pouso de emergência, o piloto pode decidir despejar combustível a partir das asas. Embora não seja muito comum, é um procedimento de segurança para manter o avião livre do excesso de peso. O combustível geralmente evapora antes de atingir o solo

  • Reprodução/transitionofthoughts

    Turbulência

    O radar da aeronave não pode detectar turbulência. A turbulência pode ocorrer tanto em tempo claro, sem nuvens, como no meio da chuva

  • Reprodução/NBCPhiladelphia

    Tempo de evacuação.

    O órgão federal de aviação dos Estados Unidos exige que todas as aeronaves possam ser evacuadas em até 90 segundos. Este é o tempo que o fogo levaria para se espalhar pelo aparelho

  • Reprodução/NationalGeographic

    Piloto automático

    O piloto automático fica ligado durante a parte maior de um voo. Ele pode fazer ajustes mais precisos, levando a uma melhor eficiência de combustível, exceto durante turbulências. Geralmente, o piloto automático não é usado na decolagem ou aterrissagem

  • Reprodução/Seenox

    Pagamento aos pilotos

    Muitas empresas aéreas pagam aos seus pilotos apenas pelo tempo no ar. Atividades de pré-voo, deslocamentos ou espera para decolagem ficam de fora do salário

  • Reprodução/airway.uol

    Gigante

    O jato de carga Antonov AN-225 é o maior avião do mundo. É quase tão grande quanto um campo de futebol do nariz à cauda e ponta da asa à ponta da asa. Foi originalmente construído para o transporte de um ônibus espacial

  • Wikipedia

    Muita gente

    O maior avião de passageiros do mundo, atualmente, é o Airbus A380. Ele pode transportar até 853 passageiros e está em operação desde 27 de abril de 2005

  • Reprodução/Gizmodo

    Boeing 767

    O Boeing 767 suga ar suficiente através dos seus motores para encher um dirigível da Goodyear em cerca de sete segundos

  • Reprodução/Planespotters

    Pneus

    Os pneus do trem de pouso de um jato de abastecimento Boeing KC-135 contêm material suficiente para fazer os pneus de cem automóveis

  • Wikipedia

    Micro

    O menor jato do mundo é o BD-5J Micro. Sua envergadura é de pouco mais de quatro a seis metros, e pesa apenas 162 quilos

  • Reprodução/Revistaquimica

    Mercúrio

    O mercúrio é considerado a maior ameaça para um avião e por isso não é permitido em voos. Uma pequena quantidade de mercúrio pode danificar seriamente o alumínio, material do qual é feita a maior parte dos aviões. Aeronaves que são expostas ao mercúrio são normalmente colocadas em quarentena

  • Reprodução/Alphacoders

    Super rápido

    O avião mais rápido do mundo é o Lockheed SR-71 Blackbird, que pode voar a 3.500 quilômetros por hora

  • Reprodução/Gatwick Media Centre

    Torre de controle

    As janelas da torre de controle do aeroporto devem ser inclinadas precisamente quinze graus a partir do topo para diminuir reflexos de dentro e de fora da torre

  • Reprodução/FTA-global

    Comunicação

    Inglês é a língua internacional de voo. Todos os controladores de voo e todos os pilotos comerciais em voos internacionais são obrigados a falar Inglês

  • Reprodução/Blog AJC

    Dióxido de carbono

    O aumento de dióxido de carbono na atmosfera tem contribuído para aumentar o número de casos de turbulência. Além disso, muitos especialistas acreditam que as mudanças climáticas globais irão produzir mais incidentes de turbulência no futuro próximo

  • Reprodução/Huffington Post

    Lesões

    De acordo com a FAA, órgão federal de aviação dos EUA, a turbulência é a principal causa de lesões para os passageiros e comissários de bordo em acidentes não fatais. Todos os anos, até cinquenta e oito pessoas nos Estados Unidos são feridas quando não estão usando o cinto de segurança

  • Reprodução/flyawaysimulation

    Decolagem e aterrissagem

    Uma pesquisa mostra que os primeiros três minutos após a decolagem e os últimos oito minutos antes da aterrissagem são quando acontecem 80% dos acidentes de avião

  • Reprodução/navjot-singh

    Peças caras

    Apenas um pára-brisa ou moldura da janela da cabina do piloto de um Boeing 747-400 custa o equivalente a um carro de luxo

  • Reprodução/HDwallpapers

    Asas

    As asas de um avião são apenas um componente de voo. Segundo o jargão aeronáutico, existem quatro forças que empurram o avião para cima, para baixo, para a frente para freá-lo, que são sustentação, arrasto, peso e tração

Mais Listas