Topo

25 curiosidades sobre o Universo Marvel nos cinemas

Colaboração para o BOL

2019-04-24T14:00:00

24/04/2019 14h00

Em 25 de abril estreia nos cinemas brasileiros o filme "Vingadores: Ultimato", quarto episódio da saga do super grupo da Marvel Comics nas telonas. O longa está repleto de expectativa devido a toda a construção de universo feita pelo Marvel Studios no decorrer de 11 anos e 21 filmes até o momento. Nessa lista você vai conhecer 25 curiosidades sobre o Universo Cinematográfico da Marvel.

  • Reprodução/Medium

    Planejamento

    A ideia de iniciar o Universo Cinematográfico Marvel surgiu em 2005, com a Marvel Entertainment planejando lançar filmes de maneira independente, já que as outras produções de heróis da editora eram feitas em parceria com a Sony, New Line ou 20th Century Fox. A partir disso foi criado o Marvel Studios, que passaria a produzir os longas dos super-heróis cujos direitos estavam sob o domínio da Marvel

  • Reprodução/Slash Film

    O chefão

    Kevin Feige era produtor de todos os filmes com personagens da Marvel lançados desde Blade em 1998. Em 2007, ele foi nomeado o chefe do Marvel Studios e responsável por arquitetar as conexões entre todos os filmes que viriam a construir o Universo Cinematográfico da Marvel

  • Reprodução/Reddit

    A primeira aposta

    Sem poder utilizar os mais conhecidos personagens dos quadrinhos como Wolverine, Homem-Aranha ou o Quarteto Fantástico, o Marvel Studios precisava se virar. E a aposta para dar o pontapé inicial ao seu Universo Cinematográfico foi o Homem de Ferro. O diretor escolhido foi Jon Favreau, que também ganhou um papel no longa. Faltava definir o ator que interpretaria o protagonista. Tom Cruise chegou a ser cotado, mas Robert Downey Jr foi escalado para o papel

  • Divulgação/Marvel Studios

    A escolha perfeita

    A escolha de Downey Jr foi contestada pela Marvel devido ao histórico problemático do ator. No entanto, o diretor Jon Favreau defendeu e foi essencial para que ele pudesse ser Tony Stark nos cinemas. E o "casamento" foi perfeito. Hoje em dia não dá para imaginar outra pessoa vivendo o personagem. Além disso, o carisma do ator foi um dos pontos principais para o sucesso dos estúdios

  • Reprodução/YouTube

    A cena que mudou tudo

    Alguns filmes costumavam colocar cenas após os créditos, mas a Marvel desenvolveu uma nova maneira de aproveitar essas cenas. Ao final dos créditos de "Homem de Ferro", Tony Stark (Downey Jr) se encontrou com Nick Fury (Samuel L. Jackson). Na cena, o personagem de Jackson, que é o diretor da SHIELD, explica que o Homem de Ferro não é o único super-herói e que ele faz parte de um universo muito maior. Essa cena pós-créditos transformou o longa do Homem de Ferro no primeiro capítulo do Universo Cinematográfico Marvel

  • Divulgação/Universal Pictures

    O filme problemático

    Depois do sucesso do primeiro filme, a segunda produção do Marvel Studios foi "O Incrível Hulk", lançado apenas um mês depois de "Homem de Ferro". No entanto, o longa do Gigante Esmeralda foi marcado por diversos problemas de produção. O primeiro deles foi o fato de que os direitos do personagem não pertenciam totalmente à Marvel, mas sim a outro estúdio, a Universal Pictures. E o outro grande problema foi o ator escalado para viver Bruce Banner, Edward Norton. Ele teve diversos desentendimentos com os produtores e quis fazer muitas alterações na história. O resultado disso? A menor bilheteria do Universo Cinematográfico Marvel - pouco mais de US$ 263 milhões arrecadados

  • Mark Fellmann/Marvel

    O Deus do Trovão

    O quarto filme do Universo Cinematográfico Marvel saiu em 2011 e apresentou Thor (Chris Hemsworth). O longa não causou tanto impacto como os dois primeiros filmes do Homem de Ferro, mas foi fundamental para introduzir Loki (Tom Hiddleston), vilão do Deus do Trovão que também seria o antagonista no primeiro encontro dos Vingadores

  • Reprodução/Netflix

    O Capitão

    Também em 2011 tivemos o lançamento de "Capitão América: O Primeiro Vingador". Diferentemente dos outros longas lançados até o momento, esse não se passava na linha do tempo atual e sim no final da 2ª Guerra Mundial. Chris Evans foi o escolhido para o papel do Primeiro Vingador

  • Reprodução/Screen Rant

    Trocas de Atores

    Nem mesmo o sucesso gigantesco que os filmes do Universo Marvel fizeram foi capaz de evitar que alguns problemas acontecessem. Com isso, dois atores foram substituídos. Edward Norton passou o papel de Hulk para Mark Ruffalo e Terrence Howard, que teve conflitos financeiros com o Marvel Studios, foi substituído por Don Cheadle no papel de James Rhodes

  • Reprodução/YouTube

    Os Maiores Heróis da Terra

    O primeiro encontro dos Vingadores dos cinemas aconteceu em 2012. A reunião entre Homem de Ferro, Thor, Hulk e Capitão América credenciou o filme como o primeiro do Universo Cinematográfico Marvel a arrecadar mais de 1 bilhão de dólares em bilheteria

  • Reprodução/Slash Film

    Divisão em fases

    Seus filmes são divididos em fases que normalmente culminam em um longa dos Vingadores. A Fase 1 é composta por "Homem de Ferro" (2008), "O Incrível Hulk" (2008), "Homem de Ferro 2" (2010), "Thor" (2011), "Capitão América: O Primeiro Vingador" (2011) e "Os Vingadores" (2012). A Fase 2 tem "Homem de Ferro 3" (2013), Thor: O Mundo Sombrio" (2013), "Capitão América: O Soldado Invernal" (2014), "Guardiões da Galáxia" (2014), "Vingadores: Era de Ultron" (2015) e "Homem-Formiga" (2015). O atual momento dos filmes é a fase 3, com "Capitão América: Guerra Civil" (2016), "Doutor Estranho" (2016), "Guardiões da Galáxia Vol. 2" (2017), "Homem-Aranha: De Volta ao Lar" (2017), "Thor: Ragnarok" (2017), "Pantera Negra" (2018), "Vingadores: Guerra Infinita" (2018), "Homem-Formiga e a Vespa" (2018), "Capitã Marvel" (2019), "Vingadores: Ultimato" (2019) e "Homem-Aranha: Longe de Casa" (2019)

  • Reprodução/YouTube

    O personagem multimídia

    Phil Coulson (Clark Gregg) é um personagem que proporciona uma experiência diferente em termos cinematográficos. Ele foi o primeiro a fazer a transição das telonas para a televisão ao estrelar a série "Marvel's Agents of SHIELD". Antes, porém, ele também foi o protagonista de curtas lançados nos DVDs dos filmes. O personagem ainda participou de quadrinhos e games ligados aos filmes

  • Reprodução/CBR

    Vencedor de Oscar

    "Pantera Negra" foi o primeiro filme do Universo Cinematográfico Marvel a ganhar prêmios na cerimônia do Oscar. O longa, lançado em 2018, recebeu os troféus de Melhor Design de Produção, Melhor Figurino e Melhor Trilha Sonora, além de ter sido indicado como Melhor Filme (mas não venceu) na cerimônia do Oscar 2019

  • Reprodução/YouTube

    A primeira protagonista feminina

    Em 2019, o Universo Cinematográfico Marvel finalmente ganhou sua primeira protagonista feminina. A Capitã Marvel, interpretada por Brie Larson, se juntará aos Vingadores apenas em "Ultimato", mas o sucesso do filme-solo da personagem já foi gigantesco. A bilheteria supera 1 milhão de dólares com apenas um mês de exibição

  • Divulgação/Marvel Studios

    A cruzada espacial

    A maior aposta do Marvel Studios foi o lançamento de "Guardiões da Galáxia" em 2014. O grupo não era conhecido pelo grande público e até mesmo os fãs de quadrinhos não tinham tanta proximidade com os personagens. Mas o "selo" da Marvel já era valioso e ajudou o longa, estrelado por um guaxinim falante e uma árvore, a fazer um grande sucesso

  • Divulgação/Marvel Studios

    Acordo com a Sony pelo Teioso

    Mesmo com "Os Vingadores" em alta junto aos fãs, a Marvel buscava formas de ampliar o leque de personagens para utilizar em seus filmes. Foi então que em 2015 o Marvel Studios fechou acordo com a Sony Pictures para produzir um novo longa-solo do Teioso e incluí-lo nos filmes dos Heróis Mais Poderosos da Terra. O escolhido para ser Peter Parker nessa nova versão foi o ator Tom Holland. A primeira participação aconteceu em 2016 no filme "Capitão América: Guerra Civil"

  • Divulgação/Marvel Studios

    O grande vilão

    Com cada filme sendo uma parte do grande universo construído pelo Marvel Studios, era necessário um vilão que agisse nas sombras para se revelar como a grande ameaça a tudo que foi feito em 10 anos de filmes. E esse grande antagonista é Thanos (Josh Brolin). O personagem apareceu pela primeira vez na cena pós-créditos de "Os Vingadores" (2016) e só enfrentou os heróis em "Vingadores: Guerra Infinita" (2018). Marcante não apenas pela bela atuação de Brolin, o Titã Louco entrou para a história do cinema ao vencer os heróis e criar um clima melancólico ao final do longa de 2018

  • Divulgação/Marvel

    Ultimato: o fim da Saga do Infinito

    Kevin Feige, presidente do Marvel Studios, definiu todos os 22 filmes (de "Homem de Ferro" a "Vingadores: Ultimato") como a Saga do Infinito. Ou seja, todos os longas lançados nesse período contavam uma grande história que se encerra em 2019. "Ultimato" já quebrou recordes de vendas para pré-estreias e é apontado por muitas pesquisas como forte candidato a quebrar o recorde de maior bilheteria da história do cinema, superando "Avatar" (2009)

  • Divulgação/Marvel Studios

    Participações brasileiras

    O Universo Cinematográfico Marvel já contou com diversas participações brasileiras. A mais clara delas foi em "O Incrível Hulk" (2008). No longa, Bruce Banner (Edward Norton) está escondido no Brasil e mora em uma favela do Rio de Janeiro. O filme tem a participação especial da atriz Débora Nascimento no papel de Martina. A cantora e atriz baiana Nabiyah Be interpretou Tilda Johnson em Pantera Negra. E os Lençóis Maranhenses foram o cenário utilizado pela Marvel para criar o planeta Vormir em "Vingadores: Guerra Infinita"

  • Reprodução/MCU Exchange

    Outras mídias

    Além dos filmes nos cinemas, o Universo Cinematográfico Marvel acontece em outras mídias como TV, quadrinhos e games. A primeira série de TV ligada aos filmes foi "Marvel's Agents of SHIELD" (2013). Nos quadrinhos, desde 2010 a Marvel Comics lança prelúdios dos filmes contando histórias paralelas que se conectam com o que será mostrado nas telonas

  • Reprodução/The BCS Logic

    Sucesso de bilheteria

    A franquia Marvel nos cinemas é a mais lucrativa de todos os tempos. Somando os 21 filmes já lançados até o momento foram arrecadados mais de 19 bilhões de dólares. A maior bilheteria individual é de "Vingadores: Guerra Infinita", que arrecadou pouco mais de 2 bilhões de dólares

  • Reprodução/Reddit

    Easter eggs

    Os filmes do Universo Cinematográfico Marvel são marcados por esconderem vários objetos, detalhes e referências que têm ligação com os quadrinhos, com outros filmes do mesmo universo e até com outras franquias. Alguns dos exemplos mais famosos são o escudo do Capitão América e o martelo do Thor em "Homem de Ferro 2", Wakanda em "Vingadores: Era de Ultron" e uma referência a Star Wars com vários personagens tendo o braço cortado durante os filmes da Fase 2 do Universo Marvel

  • Reprodução/YouTube

    Stan Lee

    O grande idealizador de todos os grandes personagens da Marvel Comics não poderia ficar de fora dos filmes. Stan Lee aparece em todos os 21 filmes já lançados e teve sua participação confirmada em "Vingadores: Ultimato", mas essa será sua última presença física em filmes. Lee morreu em novembro de 2018

  • Reprodução/Dorkly

    A compra da Fox pela Disney

    A Disney anunciou a compra da Fox em março de 2019. Isso abriu novas possibilidades para o Universo Cinematográfico Marvel pois personagens como Wolverine, todos os X-Men e o Quarteto Fantástico agora poderão ser utilizados pelo Marvel Studios nos futuros filmes. Kevin Feige já falou que pretende usar os personagens, mas apenas daqui a alguns anos

  • Divulgação/Disney

    Disney+

    O serviço de streaming da Disney será mais uma plataforma para lançamentos ligados ao Universo Cinematográfico Marvel. Até a data da publicação desta lista foram anunciadas quatro séries com personagens dos filmes: "Falcão e o Soldado Invernal", "WandaVision", "Gavião Arqueiro" e "Loki"

Mais Listas