PUBLICIDADE
Topo

SUVs dominam: veja 10 carros com câmbio automático mais vendidos em janeiro

Este foi o câmbio automático mais comprado do País em janeiro: o do Chevrolet Onix - Murilo Góes/UOL
Este foi o câmbio automático mais comprado do País em janeiro: o do Chevrolet Onix Imagem: Murilo Góes/UOL
do UOL

Do UOL, em São Paulo

17/02/2020 04h00

A era dos carros pelados ficou para trás quando a chegada dos modelos chineses, completinhos e por um preço camarada, forçou a popularização do ar-condicionado e da direção assistida. Depois, foi a vez do câmbio automático. Os brasileiros gostaram da ideia de ter o pé esquerdo poupado no trânsito carregado das grandes cidades. Hoje, metade dos carros novos vendidos no País tem algum tipo de transmissão que dispensa o motorista de trocar as marchas.

O boom das vendas especiais ao público PCD deu um novo impulso às caixas automáticas. A presença delas já supre as necessidades de uma parcela considerável dos portadores de deficiências físicas, sem que seja preciso recorrer a veículos adaptados.

Isso motivou as montadoras a investir em novas versões com conteúdos mais simples e câmbio automático - algumas delas não exclusivas do público PCD, caso da opção Advantage do Onix antigo e dos catálogos 1.6 MSI da família Polo e Virtus.

Analisando as vendas dos modelos com câmbio automático mais vendidos de janeiro, porém, a surpresa é que nem sempre a versão mais procurada pelos consumidores é a mais barata da linha. Em modelos como os Chevrolet Onix e Onix Plus e o Volkswagen T-Cross, é a versão de topo que vende mais. Sinal de que, dentro do que o orçamento permitir, os gostos do brasileiro continuam se sofisticando.

Confira a lista abaixo, com dados fornecidos com exclusividade pela consultoria Jato Brasil.

10 carros automáticos que mais venderam em janeiro

  • Murilo Góes/UOL

    Chevrolet Onix (6.171 unidades)

    Na gama do hatch queridinho do Brasil, a configuração automática mais vendida foi a de topo, Premier, que teve 2.153 emplacamentos, apesar da tabela partir de salgados R$ 71.790. Depois, vieram a LTZ, com 1.434 unidades e a LT, com 1.207. Novidade na linha, a versão básica ficou na lanterninha, com 731 unidades.

  • Murilo Góes/UOL

    Fiat Toro (5.075 unidades)

    Entre as versões da picape da Fiat com câmbio automático, a preferida pelo público foi a Freedom com motor 1.8 flexível, com 1.373 emplacamentos. Depois, veio a luxuosa Ranch, que traz o motor 2.0 turbodiesel e teve 807 unidades emplacadas em janeiro.

  • Divulgação

    Jeep Renegade (4.321 unidades)

    No caso do Renegade, a versão mais vendida foi, com larga vantagem, a destinada ao público PCD. Foram 2.089 unidades emplacadas em janeiro. Depois dela, a mais procurada foi a Sport, com o mesmo motor 1.8 flexível e 829 exemplares registrados.

  • Murilo Góes/UOL

    Jeep Compass (4.312 unidades)

    O Compass automático campeão de pedidos é o Longitude com motor 2.0 flexível: 1.156 carros em janeiro. Depois dele, aparece a versão Sport com o mesmo motor e 813 unidades emplacadas. O motor 2.0 turbodiesel só aparece a partir da terceira colocação: o catálogo Longitude teve 690 unidades registradas e o Limited, 686.

  • Murilo Góes/UOL

    Chevrolet Onix Plus (4.025 unidades)

    O Onix Plus repete o protagonismo da configuração top de linha, Premier, que teve 2.244 unidades emplacadas. Mas, em relação à versão hatch, as demais versões aparecem em ordem invertida na lista: primeiro a LT, com 778 carros, e depois a LTZ, com 606.

  • Murilo Góes/UOL

    Toyota Corolla (3.932 unidades)

    Não é segredo que os donos de Corolla preferem a versão XEi. Ela sempre foi a mais vendida da linha, desde priscas eras. Em janeiro, ela contabilizou 2.236 unidades, seguida pela basicona GLi, com 632. A de topo Altis Premium vem atrás, com 519, seguida pela Altis, com 412.

  • Divulgação

    Hyundai Creta (3.497 unidades)

    No Creta, o peso do público PCD é enorme: praticamente metade dos exemplares com câmbio automático vendidos em janeiro foi para as mãos dessa clientela. Foram 1.655 unidades da versão Attitude 1.6, contra 786 da Prestige 2.0, 616 da Smart 1.6 e 431 da Pulse Plus 1.6.

  • Murilo Góes/UOL

    Nissan Kicks (3.491 unidades)

    Mais um caso de amor com o público PCD: a versão S Direct foi a campeã de vendas, com 1.271 carros emplacados em janeiro. Ela é seguida de perto pela intermediária SV, com 1.221 unidades. A de topo SL comeu poeira, com 676 exemplares.

  • Murilo Góes/UOL

    Honda HR-V (3.321 unidades)

    Os números de vendas do HR-V repetem o que já se sabe: o xodó dos fãs desse modelo é a versão EXL, que teve 1.547 unidades registradas em janeiro. A EX, com alguns itens a menos mas ainda bastante dignidade, somou 1.228. Depois vêm a de topo Touring, com 305, e a depenada LX, com apenas 237.

  • Murilo Góes/UOL

    Volkswagen T-Cross (3.284 unidades)

    Outro exemplo em que quem está no topo é o rei. A versão mais vendida do T-Cross em janeiro é a mais cara, Highline, com 1.136 unidades. A intermediária Comfortline conquistou outros 1.060 consumidores, enquanto a básica 200 TSI teve 708 exemplares vendidos. A novata opção Sense ainda não decolou: só 380 unidades.

Fonte: Fenabrave

Notícias