Topo

Chorei, chorei! As atrações da TV feitas para te levar às lágrimas

Reprodução Globo/Reprodução/Globo/ Reprodução/SBT/Montagem UOL
Alguns quadros da TV são feitos com uma única função: fazer chorar Imagem: Reprodução Globo/Reprodução/Globo/ Reprodução/SBT/Montagem UOL
do UOL

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

2019-01-11T04:00:00

11/01/2019 04h00

A TV brasileira está repleta de quadros e atrações com um propósito claro: fazer o espectador chorar --o máximo possível, em muitos casos.

O "Vídeo Show", que chega ao fim após 35 anos, abrigou algumas dessas atrações e deve fazer apresentadores e espectadores derramarem algumas lágrimas nesta sexta. 

O UOL lista alguns dos quadros mais chorosos da televisão brasileira. É melhor pegar um lencinho:

  • Reprodução/Globo

    "Arquivo Confidencial"

    Talvez o mais clássico exemplo de choradeira na TV, o "Arquivo Confidencial", exibido no "Domingão do Faustão", tem todos os ingredientes clássicos para provocar uma cachoeira de lágrimas. A ideia é fazer um perfil de uma figura famosa, sempre a cobrindo de elogios, trazendo depoimentos de conhecidos e resgatando momentos de sua vida.

    É um prato cheio para provocar emoção no homenageado, que em praticamente todas as situações não consegue segurar a emoção enquanto ouve relatos de pessoas queridas e relembra o passado. Uma fórmula da qual nem Tatá Werneck conseguiu escapar. E o telespectador embarcou na cascata de choradeira.

  • Reprodução/Globo

    "#TBT do Encontro"

    Fátima Bernardes parece ter encontrado a fórmula para fazer o seu próprio "mini arquivo confidencial". Toda quinta, ela chama seus convidados para participarem do "#TBT do Encontro", uma referência à marcação nas redes sociais para imagens do passado.

    Dessa forma, Fátima mostra algum registro do passado do convidado e o leva a viajar por alguma lembrança. Mas aqui é TV e, claro, é preciso um toque a mais. A apresentadora já trouxe depoimentos de entes queridos e até mesmo provocou reencontros inesperados, como o de Pabllo Vittar com sua irmã gêmea na plateia que, óbvio, deixou convidados e o público com os olhos marejados.

  • Reprodução/Globo

    "Visitando o Passado"

    Luciano Huck também é adepto de uma atração lacrimosa. Além de seus muitos quadros que contam histórias emocionantes, um dos seguimentos do "Caldeirão" já se tornou sinônimo com choro: o "Visitando o Passado".

    O quadro conta com uma extensa pesquisa a respeito do passado de alguma figura famosa. Depois, uma equipe fica encarregada de reconstruir, nos mínimos detalhes, uma locação que seja significativa para a vida de uma pessoa.

    Obviamente, o contato tão próximo com as lembranças mexe as emoções de qualquer um, caso de Ivete Sangalo, que desabou ao rever a casa da família na infância. E os espectadores vão às lágrimas junto!

  • Reprodução/SBT

    "Com o Passar dos Anos"

    Uma atração que ficou marcada por seu caráter apelativo, o quadro "Com o Passar dos Anos" teve curta, mas marcante duração no programa "Eliana", do SBT. A atração coloca duas pessoas relacionadas -- sempre famosas -- frente a frente. Os dois então falavam sobre sua relação e então eram envelhecidos por meio de maquiagem, para serem confrontados com o passar dos anos.

    Claro que os envolvidos não seguravam as lágrimas, mas o quadro foi criticado por, digamos, ir longe demais. Numa das situações, Larissa Manoela e sua mãe se encararam "envelhecida" em vários anos. A estrela teen, no entanto, foi questionada sobre como sentiria a morte da mãe, o que obviamente a deixou quase sem palavras.

  • Reprodução/Record TV

    Domingos da Record

    A verdade é que a programação dominical da Record está tão repleta de quadros feitos sob medida para provocar choradeira, que fica difícil citar apenas um. O que dizer das ações de assistencialismo promovidas pela "Hora do Faro", que sempre trazem aquelas histórias emotivas?

    O páreo fica ainda mais duro quando entra no ar o "Domingo Show", que está sempre à procura de lágrimas. Num dos programas mais emotivos, Geraldo Luis foi atrás da cantora paraguaia Perla, que relembrou o auge da fama enquanto relatava a depressão e problemas financeiros. Quase impossível não chorar.

Mais Listas