Topo

Seguro dos carros mais roubados em São Paulo pode triplicar; veja o ranking

Toro é o 10º veículo mais roubado na capital paulista; seguro pode ficar 309% mais caro, dependendo da seguradora e do perfil do cliente - Getty Images/iStockphoto
Toro é o 10º veículo mais roubado na capital paulista; seguro pode ficar 309% mais caro, dependendo da seguradora e do perfil do cliente
Imagem: Getty Images/iStockphoto
do UOL

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

14/10/2019 19h13

Levantamento da Compara, plataforma de cotação e venda de seguros e produtos financeiros, aponta que o preço da apólice dos carros mais roubados na capital paulista pode triplicar. O percentual é relativo à Fiat Toro, o décimo automóvel mais roubado na cidade, com base em dados da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo.

De acordo com o órgão, de janeiro até o início de agosto de 2019 foram roubados mais de 30 mil veículos em todo o Estado, dos quais mais de 14 mil estavam na capital nesse período.

De acordo com a Compara, os veículos mais visados por ladrões têm grande frota circulante e acabam sendo usados para abastecer o mercado ilegal de peças usadas. Isso é um dos fatores que contribui para encarecer o seguro, diz Paulo Marchetti, CEO da Compara. "Um dos motivos para o encarecimento do seguro auto é quando há dificuldade na reposição de peças, em caso de sinistros ou também quando há procura no mercado ilegal", avalia o executivo.

Veja abaixo a lista dos dez automóveis mais roubados na capital paulista e a respectiva variação no custo do seguro. O cálculo considera um perfil fixo (masculino, 30 anos, solteiro), cotado em diferentes endereços da capital e considerando valores cobrados em setembro pelas seguradoras.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Os 10 carros mais roubados em São Paulo

  • Divulgação

    Chevrolet Onix

    Variação de 65% no preço do seguro
    Cotação mínima: R$ 2.470,29
    Cotação máxima: R$ 4.084,53

  • Divulgação

    Hyundai HB20

    Variação de 46% no preço do seguro
    Cotação mínima: R$ 2.957,52
    Cotação máxima: R$ 4.325,82

  • Divulgação

    Volkswagen Voyage

    Variação de 81% no preço do seguro
    Cotação mínima: R$ 2.949,39
    Cotação máxima: R$ 5.358,75

  • Divulgação

    Volkswagen Gol

    Variação de 150% no preço do seguro
    Cotação mínima: R$ 2.412,28
    Cotação máxima: R$ 6.043,83

  • Divulgação

    Fiat Argo

    Variação de 45% no preço do seguro
    Cotação mínima: R$ 2.492,58
    Cotação máxima: R$ 3.613,95

  • Divulgação

    Fiat Grand Siena

    Variação de 172% no preço do seguro
    Cotação mínima: R$ 2.789,85
    Cotação máxima: R$ 7.287,27

  • Murilo Góes/UOL

    Renault Logan

    Variação de 75% no preço do seguro
    Cotação mínima: R$ 2.522,94
    Cotação máxima: R$ 4.449,66

  • Divulgação

    Honda WR-V

    Variação de 107% no preço do seguro
    Cotação mínima: R$ 3.400,91
    Cotação máxima: R$ 7.027,22

  • Divulgação

    Ford Ranger

    Variação de 75% no preço do seguro
    Cotação mínima: R$ 9.429,07
    Cotação máxima: R$ 16.493,20

  • Divulgação

    Fiat Toro

    Variação de 210% no preço do seguro
    Cotação mínima: R$ 4.050,24
    Cotação máxima: R$ 12.554,30

Fonte: Compara, com base em dados da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo
Errata: o texto foi atualizado
A variação no preço do seguro originalmente informada estava cem pontos percentuais acima do correto para os dez veículos listados. O erro já foi corrigido.

Listas