Topo

Carnaval 2019: ordem dos desfiles e samba-enredo das escolas de samba do RJ

do BOL, em São Paulo

2019-02-15T11:56:09

15/02/2019 11h56

Os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro acontecem nos dias 3 e 4 de março (domingo e segunda-feira), a partir das 21h15, na Marquês de Sapucaí.

Neste ano, desfilam 14 escolas porque a Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba) não rebaixou nenhuma agremiação em 2018 após recurso da Grande Rio, que teve um carro alegórico quebrado ainda na concentração.

Confira a seguir a ordem que as escolas vão entrar na avenida e o horário em cada dia, além de um resumo dos sambas-enredos.

Veja também:

Domingo (3/3)

  • Bruna Prado/UOL

    Império Serrano (21h15)

    A escola vai levar o clássico "O que é o que é?", de Gonzaguinha, para a avenida. A agremiação quer fazer o público refletir com o tema do enredo "Tomem um tempo para pensar o que é a vida para vocês, pois para nós, o Império Serrano, é nunca perder a alegria, é renovar a fé". Veja a letra completa do samba-enredo

  • Roberto Filho/Brazil News

    Unidos do Viradouro (22h20)

    A temática de 2019 da escola vai falar sobre a imaginação e as histórias fantásticas que fazem parte da vida das crianças, com o enredo "Viraviradouro!". "Vovó desperta a infância em mim/Em cada conto sou mais um menino/Que muda a sorte e sela o destino", diz um trecho do samba-enredo.
    Veja a letra completa do samba-enredo

  • Bruna Prado/UOL

    Acadêmicos do Grande Rio (23h35)

    "Quem nunca? Que atire a primeira pedra" abordará questões da ética e da moralidade em nossas vidas. Os carnavalescos Renato e Márcia Lage descrevem melhor no site da Grande Rio: "O motivo do nosso enredo é educação, só que a gente resolveu falar dela pelo viés irreverente e crítico da falta de educação, de coisas que fazemos que comprometem o nosso dia a dia, a nossa convivência e o nosso futuro"
    Veja a letra completa do samba-enredo

  • Bruna Prado/UOL

    Acadêmicos do Salgueiro (0h30)

    Xangô, deus dos raios, trovões e fogo, é o tema do Carnaval do Salgueiro. A agremiação vai contar a história do orixá e como ele é cultuado na cultura brasileira. "Viril e atrevido, violento e justiceiro; implacável com os mentirosos, os ladrões e os malfeitores", explica o carnavalesco Alex de Souza no site da agremiação.
    Veja a letra completa do samba-enredo

  • Bruna Prado/UOL

    Beija-Flor de Nilópolis (1h35)

    Em ano de comemoração de 70 anos de história da agremiação, a escola campeã do Carnaval de 2018 vai relembrar momentos inesquecíveis que marcaram a trajetória da Beija-Flor no samba carioca: "Comunidade me ensinou/A ser apaixonado como eu sou/Ontem, hoje, sempre Beija-Flor", entoa uma das passagens.
    Veja a letra completa do samba-enredo

  •  Júlio César Guimarães/UOL

    Imperatriz Leopoldinense (2h40)

    A relação do homem com o dinheiro, a ambição e o poder vão reger a escola. As figuras míticas do Robin Hood (que roubava da nobreza para dar aos pobres) e do Rei Midas (que transformava em ouro tudo o que tocava) são alguns dos personagens que integrarão o samba.
    Veja a letra completa do samba-enredo

  • Bruna Prado/UOL

    Unidos da Tijuca (3h45)

    O samba-enredo da escola contará a história do pão, que teve início no Egito Antigo com a fermentação do trigo. O pão é utilizado também como símbolo de caridade. "Exemplo da multiplicação e partilha do amor com os irmãos", esclarecem os carnavalescos no site da Tijuca.
    Veja a letra completa do samba-enredo

Segunda (4/3)

  • Bruna Prado/UOL

    São Clemente (21h15)

    No embalo da nostalgia do samba, a escola será a 1ª a entrar na Sapucaí no 2º dia de desfiles. Eles vão abordar a mercantilização do samba e relembrar os carnavais de antigamente. "Vejam só o jeito que o samba ficou (e sambou)/Nosso povão ficou fora da jogada/Nem lugar na arquibancada/Ele tem mais pra ficar", diz um trecho da letra.
    Veja a letra completa do samba-enredo

  • Júlio César Guimarães/UOL

    Unidos de Vila Isabel (22h20)

    A escola levará para a avenida um samba-enredo que contará a história de Petrópolis, uma cidade construída por imigrantes e que se consagrou como cidade imperial. "Meu olhar lacrimejou/Em águas tão cristalinas/Uma cidade divina/Bordada em nobre metal/A joia imperial".
    Veja a letra completa do samba-enredo

  • Bruna Prado/UOL

    Portela (23h25)

    A agremiação vai homenagear a inesquecível cantora Clara Nunes neste ano. A artista teve ligação direta com a agremiação, ocupou posições de destaque em desfiles, é madrinha da Velha Guarda e já puxou sambas-enredos na avenida pela Portela. Depois de 35 anos de sua morte precoce, a escola faz questão de relembrar sua importância.
    Veja a letra completa do samba-enredo

  • Leo Cordeiro/Divulgação

    União da Ilha do Governador (0h30)

    A apresentação da escola vai exaltar o Ceará por meio do encontro entre dois importantes autores da literatura cearense: Rachel de Queiroz e José de Alencar. "É vida, vento, brisa à beira mar/Ouvindo poesias de Raquel/Suspiro nas histórias de Alencar", engrandece um dos trechos do samba-enredo.
    Veja a letra completa do samba-enredo

  • Júlio César Guimarães/UOL

    Paraíso do Tuiuti (1h35)

    A vice-campeã de 2018 vai trazer um samba de cunho político homenageando o bode Ioiô. O animal faz parte de um conto popular que diz que o tal bode foi eleito vereador em 1922 como protesto do povo contra a insatisfação com a política em Fortaleza em um tempo em que as eleições eram feitas em cédulas de papel
    Veja a letra completa do samba-enredo

  • Marco Antônio Teixeira/UOL

    Estação Primeira de Mangueira (2h40)

    A Mangueira vai cantar no samba-enredo uma "narrativa de páginas ausentes". A escola quer propor uma versão nova para fatos de nossa história, homenageando figuras que não são reconhecidas com o merecido valor. Entre elas estão Luísa Mahin, que lutou em levantes contra a escravidão no século 19, e Marielle Franco, vereadora do Rio assassinada em março de 2018.
    Veja a letra completa do samba-enredo

  • Bruna Prado/UOL

    Mocidade Independente de Padre Miguel (3h45)

    A última escola a desfilar na Marquês de Sapucaí vai retratar a relação entre a humanidade e a passagem do tempo: "Baila no vento, deixa o tempo marcar/Nas viradas dessa vida/Vou seguir meu caminhar", poetiza o samba-enredo da Mocidade.
    Veja a letra completa do samba-enredo

Mais Carnaval 2019