PUBLICIDADE
Topo

Neymar, Casemiro e outros brasileiros da seleção brilham na rodada europeia

do UOL

Do UOL, em São Paulo

21/01/2019 04h00

Grandes times europeus contaram com a inspiração de quatro jogadores da seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia para vencer no último fim de semana. Neymar, Casemiro, Danilo e Firmino foram às redes e ajudaram Paris Saint-Germain, Real Madrid, Manchester City e Liverpool, respectivamente. Já goleiro Neto, que ficou fora do Mundial, mas já foi convocado por Tite, fez defesas importantes no triunfo do Valencia. 

Veja quem foi bem e quem não brilhou no futebol pelo mundo neste fim de semana

FORAM BEM

  • Neymar (PSG)

    Quase todas as jogadas ofensivas do Paris Saint-Germain passaram pelos pés de Neymar na incrível goleada por 9 a 0 sobre o Guingamp. No primeiro tempo, o atacante brasileiro comandou o ataque do time, marcou um belo gol após dar um chapéu no adversário e ainda deu uma assistência para o primeiro gol de Mbappé na partida. Na etapa final, o atacante brasileiro não tirou o pé do acelerador e marcou seu segundo tento no jogo. Leia mais

  • Firmino (Liverpool)

    Não foi uma atuação de gala do atacante, mas o suficiente para estar entre os melhores brasileiros do futebol internacional no fim de semana. Na vitória sofrida por 4 a 3 do Liverpool sobre o Crystal Palace, o jogador foi responsável pelo gol da virada, quando o time da casa conseguiu fazer 2 a 1, aos oito do segundo tempo. Na jogada, o brasileiro recebeu na área, cortou para meio e bateu no canto. Os visitantes chegaram a assustar no fim, mas o líder do Inglês conseguiu garantir os três pontos. Leia mais

  • Danilo (Manchester City)

    Foi a partir do pé de Danilo que o Manchester City começou a construir a vitória segura por 3 a 0 sobre o Huddersfield, fora de casa. Atuando como lateral-esquerdo, o brasileiro recebeu na intermediária, avançou e soltou a bomba. A bola desviou e matou o goleiro. Na etapa final, a equipe de Pep Guardiola ampliou e manteve a caça ao Liverpool. A diferença é de quatro pontos. Leia mais

  • Neto (Valencia)

    O goleiro pode até ter cometido uma pequena falha no gol sofrido pelo Valencia ainda nos primeiros 45 minutos da partida contra o Celta de Vigo - na jogada, o brasileiro ficou indeciso em um cruzamento e viu o jogador adversário cabecear para abrir o placar. Neto, porém, fez três defesas difíceis, uma delas à queima-roupa, de forma impressionante, quando o jogo ainda estava 0 a 0. O Valencia, mesmo fora de casa, conseguiu a virada nos minutos finais.

  • Casemiro (Real Madrid)

    Normalmente peça importante no sistema defensivo, Casemiro foi extremamente eficaz quando subiu ao ataque na partida contra o Sevilla. O volante apareceu na área adversária em diversos momentos, exercendo bom papel de elemento surpresa. Com o jogo contra o Sevilla se encaminhando para o empate sem gols no Santiago Bernabéu, o volante conseguiu ir às redes em chute de longe, já aos 33 minutos do segundo tempo. O Real fez 2 a 0 em seguida e venceu em casa. Leia mais

  • Tiquinho Soares (Porto)

    O Porto contou com todo o oportunismo do atacante Tiquinho Soares para vencer o Chaves fora de casa e manter a distância para o Benfica no topo da tabela do Campeonato Português. O jogador brasileiro fez nada menos que três gols na vitória por 4 a 1, os três primeiros do Porto na partida. O time da casa chegou a diminuir, mas a equipe visitante conseguiu ir às redes novamente no fim.

FORAM MAL

  • Wendell (Bayer Leverkusen)

    O Bayer Leverkusen perdeu em casa por 1 a 0 para o Borussia Mönchengladbach. No lance mais importante do duelo, o lateral-esquerdo Wendell errou um bote na entrada da área, viu o adversário invadir a área sem marcação e o time da casa sofrer o gol nas suas costas.

  • Vitor Hugo (Fiorentina)

    O ex-zagueiro do Palmeiras também teve um fim de semana para esquecer. Ele cometeu um pênalti que contribuiu para o empate da Fiorentina por 3 a 3 com a Sampdoria, em casa. Quando cometeu a falta dentro da área, que resultou em cartão amarelo, a equipe mandante vencia por 2 a 1. Os visitantes chegaram a virar o jogo, mas a Fiorentina garantiu o empate aos 48 minutos do segundo tempo.

Listas