PUBLICIDADE
Topo

Listas

Bombou nos estaduais: Marielle é lembrada, Vitória dá vexame e...Vasco

Jogadores da Cabofriense comemoram com a já famosa "sarrada no ar": time quebrou a invencibilidade do Vasco - Gilson Borba/Estadão Conteúdo
Jogadores da Cabofriense comemoram com a já famosa "sarrada no ar": time quebrou a invencibilidade do Vasco Imagem: Gilson Borba/Estadão Conteúdo
do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/03/2019 06h11

Os campeonatos estaduais movimentaram o fim de semana do futebol brasileiro tanto dentro quanto fora de campo. Na Bahia, o Vitória deu um raro vexame e se despediu da competição ainda na primeira fase.

Em Pernambuco, torcedores do Náutico protestaram contra a falta de respostas sobre os mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, mortos há um ano no Rio de Janeiro.

Por falar no estado fluminense, Vasco...(meme do fim de semana e derrotado pela primeira vez na temporada).

Bombou nos estaduais

  • MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA

    Vitória cai na primeira fase

    O Campeonato Baiano não terá o Vitória em sua parte mais decisiva. O clube rubro-negro perdeu em casa para o Fluminense de Feira de Santana e acabou eliminado ainda na primeira fase, terminando em quinto. Apenas os quatro primeiros, entre eles o rival Bahia, terceiro na tabela, avançaram para a etapa derradeira. Leia mais

  • Reprodução/Twitter

    Marielle, presente

    Completou-se nesta última semana um ano do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Diversas homenagens aos dois surgiram pelo país; inclusive, no futebol. Torcedores do Náutico levaram ontem (17) uma faixa questionando quem mandou matar a política do PSOL-RJ. Em campo, a equipe ficou no empate sem gols com o rival Santa Cruz, nos Aflitos.

  • Daniel Vorley/Agif

    Tristeza na Arena Corinthians

    O domingo não terminou só com motivos felizes para os corintianos, que viram o time vencer o Oeste por 1 a 0 e avançar às quartas de final do Campeonato Paulista. Vítima de uma parada cardiorrespiratória, Diego da Silva morreu durante a partida, enquanto torcia no setor norte da Arena. Ele tinha 23 anos e era membro da torcida Pavilhão Nove, que prestou condolências. Leia mais

  • Reprodução/TV Globo

    Lágrimas do pequeno atleticano

    Uma cena marcou o duelo entre Atlético-MG x América-MG, duelo vencido pelos atleticanos por 3 a 2, no Mineirão. Depois do jogo, o jovem Alerrandro, 19 anos, teve a ideia de retribuir o carinho dos torcedores, extasiados com os dois gols da revelação pela equipe alvinegra. O momento de aproximação do campo com a arquibancada, contudo, terminou com as lágrimas de um menino, flagradas pela TV Globo. O garoto não conseguiu pegar a camisa e chorou, mas deve ser recompensado em breve, já que o Galo iniciou a procura pelo jovem atleticano.

  • Marcello Zambrana/Agif

    São Paulo zerado nos clássicos

    Derrota em clássico, protestos e crise. O São Paulo abre a semana carregando um péssimo retrospecto nos duelos mais importantes dentro do Campeonato Paulista. A derrota por 1 a 0 para o Palmeiras no sábado foi a terceira diante dos maiores rivais no Estadual. Antes, a equipe caiu para Santos (2 a 0) e Corinthians (2 a 1). Contra os grandes adversários, desempenho é pífio. Leia mais

  • Reprodução/Instagram

    Vasco

    O Vasco ganhou a internet por dois motivos totalmente distintos neste fim de semana. Positivamente (dependendo do ponto de vista), a equipe alvinegra se tornou um viral graças a Edmundo, que comentava todos os assuntos com o nome do clube. Em campo, no entanto, a brincadeira ficou séria: o time de Alberto Valentim perdeu para a Cabofriense por 2 a 0 e não está mais invicta na temporada.

  • Alexandre Vidal/Flamengo

    Castigo após erro contra o Fla

    A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro agiu rápido depois dos dois erros contra o Flamengo, sábado, no duelo contra o Volta Redonda. O Grupo de Gerenciamento de Problemas (GGP) da Comissão de Arbitragem decidiu pelo afastamento de dois nomes: o árbitro Pathrice Maia e da assistente Raquel Matos pelas próximas rodadas. Leia mais

  • Ale Cabral/AGIF

    Sai, zica

    Carlos Eduardo recebeu críticas, sofreu questionamentos e se mostrava abatido. Basta um gol (golaço), no clássico, para o jogo virar. O atacante do Palmeiras decidiu o clássico contra o São Paulo e agora encontrou um motivo para se motivar a ganhar definitivamente espaço dentro do elenco de Luiz Felipe Scolari. A comemoração de 'sai, zica' não foi gratuita. Leia mais

  • Sirli Freitas/Chapecoense

    Claudinei cai na Chape

    A derrota para o Joinville, em plena Arena Condá, custou a Claudinei de Oliveira o emprego na Chapecoense. O revés por 2 a 1, definido somente aos 48min do segundo tempo, resultou na saída do treinador, que somava três triunfos consecutivos antes do resultado de domingo.

Listas