PUBLICIDADE
Topo

Listas

Aniversário de São Paulo: conheça 11 lugares nada óbvios na capital

Colaboração para o BOL

24/01/2019 14h00

No dia 25 de janeiro comemora-se o aniversário da cidade de São Paulo. E, para celebrar esta data, trazemos aqui alguns lugares menos óbvios para você conhecer e se encantar com o município.

  • Reprodução/Cidade de São Paulo

    Biblioteca Mário de Andrade

    A Biblioteca Mário de Andrade fica na Rua da Consolação, 94, na região central da cidade. O lugar foi fundado no ano de 1925 e a arquitetura é toda feita em estilo art déco. A biblioteca incorporou o acervo da Câmara Municipal e já chegou a funcionar 24 horas por dia. Hoje, funciona de 8h às 22h

  • Sylvia Masini/Divulgação

    Casa da Imagem

    A Casa da Imagem foi instalada em um prédio histórico na Rua Roberto Símonsen, 136, no Centro. O prédio é conhecido como a Casa nº 1 de São Paulo por se tratar de uma construção do século 19 e guardar resquícios de construções que datam do século 17. É possível ver a pintura original do imóvel e se maravilhar com a arquitetura. Ela abriga o acervo iconográfico da cidade, além de receber algumas exposições fotográficas

  • Reprodução/Governo do Estado de São Paulo

    Casa das Rosas

    Mais um lindo casarão da cidade de São Paulo, a Casa das Rosas foi construída em 1935 pelo Escritório Técnico Ramos de Azevedo, responsável também pela construção de imóveis mais conhecidos da cidade, como a Pinacoteca do Estado, o Teatro Municipal e o Mercado Municipal de São Paulo. A Casa das Rosas é dedicada a manifestações culturais, principalmente em literatura e poesia, e funciona de terça a sábado, das 10h às 22h, na avenida Paulista, 37

  • Wikipedia

    Casa Modernista

    A primeira residência modernista do Brasil foi construída em 1928 pelo arquiteto russo Gregori Warchavchik, morador do local. A partir dos anos 1980, ela virou um parque e é tombada pelo governo. É um ótimo passeio ao passado e fica na Rua Santa Cruz, 325, no bairro da Vila Mariana, funcionando de terça a domingo, entre 9h e 17h

  • Wikipedia

    Cemitério da Consolação

    OK, pode parecer meio macabro indicar um cemitério para visitação. Mas, assim como outros cemitérios (o da Recoleta, em Buenos Aires, por exemplo), o cemitério do bairro da Consolação merece uma visita, pois abriga muitas obras de arte nos túmulos e mausoléus. Além disso, é possível fazer um tour guiado no local e conhecer a história de nomes importantes que ali descansam, como Tarsila do Amaral, Mário de Andrade e Monteiro Lobato. Funciona todos os dias, das 8h às 18h, e o endereço certinho é Rua da Consolação, 1660

  • Reprodução/Fotos Públicas

    Edifício Matarazzo

    O Edifício Matarazzo é onde fica a sede da prefeitura de São Paulo e, desde 2015, pode ser uma ótima opção de passeio. É possível percorrer algumas salas do edifício e visitar também o jardim suspenso que fica na cobertura, de onde se tem uma incrível vista da cidade e das montanhas que cercam São Paulo. As visitas são guiadas e gratuitas e ocorrem de segunda a sábado, às 10h30

  • Reprodução/Sindicato dos Bancários de Santos e Região

    Farol Santander

    O Farol Santander fica no Edifício Altino Arantes, na Rua João Brícola, 24, Centro. Talvez você se lembre do local pelo antigo nome, "prédio do Banespa". Ele abriga em 18 dos 35 andares espaços para atividades culturais, exposições e muitas atrações. Além disso, conta também com uma pista de skate e um lindo mirante. O ingresso custa R$ 20 e funciona de terça a sábado, de 9h às 20h, e domingo, de 9h às 19h

  • Reprodução/Memorial da Resistência de São Paulo

    Memorial da Resistência de São Paulo

    O Memorial da Resistência de São Paulo é um espaço de memória que abriga um pouco da história da ditadura militar no Brasil e a resistência frente ao regime. O memorial fica na antiga sede do Departamento Estadual de Ordem Política e Social do Estado de São Paulo, o DEOPS, que funcionou nos anos 1940 a 1983. Fica no Largo General Osório, bem perto da Estação Luz do metrô e pode ser visitado de quarta a segunda, entre 10h e 17h30. A entrada é gratuita

  • Wikipedia

    Museu da Imigração do Estado de São Paulo

    Localizado no bairro da Mooca, mais precisamente na Rua Visconde de Parnaíba, 1316, o Museu da Imigração do Estado de São Paulo guarda o acervo do Memorial do Imigrante e conta a história dos períodos de imigração de outros povos para São Paulo. Além disso, o prédio também possui um lindo jardim e lugar para comer. Funciona de terça a sábado, das 9h às 17h, e domingo, das 10h às 17h. O ingresso custa R$ 10

  • Reprodução/Museu Lasar Segall

    Museu Lasar Segall

    O Museu Lasar Segall foi construído nos anos 1930 para servir de residência ao artista que deu nome ao local. Lá, é possível encontrar a sua obra, além de diversas exposições, uma biblioteca especializada em artes e um espaço ao ar livre. Funciona de quarta a segunda, das 11h às 19h, e fica na Rua Berta, 111, na Vila Mariana

  • Reprodução/Secretaria do Meio Ambiente

    Parque da Água Branca

    O Parque da Água Branca pode também ser um passeio nada óbvio a se fazer na cidade de São Paulo, já que seu interior destoa e muito do clima urbano e acelerado do resto da cidade. Ele funciona de segunda a domingo, das 5h às 20h, e fica incrivelmente na Avenida Francisco Matarazzo, 455. O parque guarda ainda lembranças do passado cafeeiro de São Paulo, com muito espaço livre e galinhas soltas pela área verde

Listas