PUBLICIDADE
Topo

Alfinetada de ministro e gol "sem querer". As frases do fim de semana

Paulo Guedes fala em "pênaltis roubados" na Arena; Corinthians repudia - Divulgação
Paulo Guedes fala em "pênaltis roubados" na Arena; Corinthians repudia Imagem: Divulgação
do UOL

Do UOL, em São Paulo

18/03/2019 04h00

A rodada do fim de semana dos estaduais teve clássicos e resultados surpreendentes, mas quem roubou a cena com a frase mais inusitada foi um ministro do governo Bolsonaro. Em uma palestra, o ministro da Economia Paulo Guedes alfinetou o Corinthians, falando em "pênaltis roubados", e gerou revolta em torcedores e no próprio alvinegro.

O fim de semana também teve gozações entre jogadores - Prass chegou a brincar que Carlos Eduardo, autor do golaço na vitória do Palmeiras sobre o São Paulo, teria errado o chute. Everton provocou os rivais e falou em "choro" depois do Gre-Nal. Também teve comparação entre craques atuais e quem já deixou os gramados e jogadores defendendo Neymar da fama de cai-cai.

Frases do fim de semana

  • Paulo Guedes: "todo jogo tem pênalti roubado" na Arena Corinthians"

    "Se o presidente é Corinthians, surge o estádio do Corinthians. E o Corinthians começa a ganhar Campeonato Brasileiro, porque todo jogo tem um pênalti roubado lá a favor deles" disse o ministro da Economia, em palestra promovida pela Fundação Getúlio Vargas. O Corinthians repudiou as declarações. Leia mais

  • Fernando Prass: "ele errou o chute".

    "Falei que ele errou o chute, brinquei. Na semana tinha acertado uns dois ou três. É confiança. Tem que arriscar, é bom que o Carlos Eduardo é um menino que trabalha e a gente torce muito por ele", brincou o goleiro do Palmeiras. Carlos Eduardo acertou uma bomba de fora da área, marcando o golaço que decidiu a vitória do Palmeiras sobre o São Paulo por 1 a 0. Leia mais

  • Everton: "quem perde sempre chora"

    "Eu reclamei de uma falta, que acho que não precisa disso, sei que foi na maldade, deu um soco na minha nuca. Eu disse que não precisa disso, depois teve mais uma, tomei uma cotovelada do Lindoso no rosto, a arbitragem não viu. A gente costuma dizer que quem perde sempre chora e ele optou pela violência". A frase do atacante do Grêmio é dirigida a Rithely, com quem se desentendou na vitória por 1 a 0 sobre o Inter. Leia mais

  • Kaká: "Eu não gosto de comparações, não são justas"

    "Eu não gosto de comparações, não são justas. Ele é brasileiro e cresceu no Flamengo, o que recria a paixão entre brasileiros e Milan, deixando os dois clubes mais próximos. Isso me deixa feliz. Eu vivi coisas incríveis com o Milan e isso faz com que eu lembre os momentos que passei aqui", disse o ex-jogador, sobre as comparações com Lucas Paquetá. Leia mais

  • Maikon Leite: "é melhor ele cair ou quebrar a perna?"

    "É melhor ele cair ou melhor ele ir para o ataque e quebrar a perna? Ele tem duas opções. É só olhar essa última lesão dele: ele teve que levar três 'porradas' para o árbitro apitar a falta, e aí ele teve a lesão. Se já na primeira falta o árbitro tivesse apitado, talvez ele saísse sem lesão", disse o ex-atacante, em entrevista ao UOL Esporte, em defesa de Neymar contra a fama de cai-cai. Leia mais

  • Danilo Avelar: "eu tenho coisas a somar"

    "Não sei (em que ponto está a renovação) e espero que eu fique no Corinthians. Estender o contrato é o que quero para o futuro. Quem entende de futebol sabe analisar todos os pontos de cada jogador. E eu tenho coisas a somar. A bola aérea é uma delas e estou feliz por ter ajudado com mais um gol" disse o lateral corintiano, praticamente pedindo à diretoria que inicie as conversas por renovação. Leia mais

Listas