Topo

15 curiosidades sobre Tiradentes que você não aprendeu na escola

do BOL

20/04/2016 16h00

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, foi um mártir da Inconfidência Mineira e seu dia é celebrado em 21 de abril desde 1965. Ele foi enforcado em 21 de abril de 1792, na Praça da Lampadosa (atual Praça Tiradentes), no centro do Rio de Janeiro
 

  • Reprodução/EPTV

    Barba e cabelo

    Diferente do que mostram as imagens dos livros didáticos, Tiradentes nunca usou barba e cabelos longos. Por ser militar, o máximo que poderia usar era um discreto bigode. Na hora do enforcamento, ele estava de cabelo raspado e barba feita

  • Wikipedia

    Perdeu a cabeça

    Após o enforcamento, o corpo de Tiradentes foi separado em quatro partes e foram expostas no caminho entre Rio de Janeiro e Minas Gerais. Sua cabeça ficou exposta em um poste, em praça pública. Na terceira noite, foi roubada e nunca mais encontrada

  • Reprodução/muriloprofessor

    Mineiro no Rio

    Apesar de ser mineiro, foi no Rio de Janeiro que Tiradentes entrou em contato com as ideias revolucionárias iluministas e também se dedicou a melhorias urbanas na cidade, idealizando o abastecimento regular para a população, a construção de moinhos e serviços de barcas de transporte de passageiros. Ele foi enforcado no Rio de Janeiro, na atual Praça Tiradentes

  • Reprodução/fotoempauta

    Novo herói

    Não foi a morte que o transformou em um herói. Tiradentes só foi reconhecido como tal 98 anos após sua morte, quando a data se tornou feriado nacional, em 1890

  • Reprodução/Divulgação

    Comparação com Jesus Cristo

    A primeira pintura oficial de Tiradentes data de 1890, quando foi feita retratando o mártir com barbas e bigodes, parecendo a imagem que se tem de Jesus Cristo

  • Reprodução/iosclinica

    Leilão

    No dia 4 de julho de 1792, os instrumentos odontológicos usados por Tiradentes foram comprados em um leilão por Francisco Xavier da Silveira, que pagou 800 réis pela bolsa completa

  • Reprodução/mariajosedequeiroz

    Filhos

    Apesar de não ter se casado, Tiradentes deixou dois filhos: João, que teve com a mulata Eugênia Joaquina da Silva e Joaquina, fruto de seu relacionamento com a viúva Antônia Maria do Espírito Santo

  • Reprodução/Olimpiadas/UOL

    Sua fama como dentista não era das melhores

    Como dentista, Tiradentes não gostava muito de arrancar os dentes de seus pacientes, preferia preservá-los, mas quando era necessário, o fazia. Mas também fazia coroas em marfim e osso de boi para preservar os dentes possíveis

  • Wikipedia

    Outros trabalhos

    Além de ter trabalhado como dentista, Tiradentes foi também tropeiro, minerador e até engenheiro. Entrou para a 6ª companhia de Dragões de Minas Gerais, como alferes, uma espécie de segundo-tenente

  • Reprodução/tumblr

    Coração apaixonado

    Aos 40 anos, Tiradentes se apaixonou por Ana, filha de um sargento, que tinha apenas 15 anos. O romance não teve sucesso, pois a moça já era prometida a outro homem

  • Reprodução/UOL

    Aparência

    Segundo relatos da época, Tiradentes era alto, magro e muito feio

  • Reprodução/museujuliodecastilhos

    Prisão

    Tiradentes passou seus últimos três anos de vida na prisão antes de ser enforcado

  • Reprodução/frags.wiki

    Últimas palavras

    Os livros didáticos contam que as últimas palavras de Tiradentes foram "Cumpri minha missão, morro com a liberdade", porém, alguns relatos não oficiais, dizem que, após subir os 21 degraus para chegar à forca, ele teria dito ao carrasco "seja rápido"

  • Reprodução/camara.leg.br

    Carrasco

    O escravo Jerônimo Capitânia tornou-se carrasco oficial quando trocou sua pena de morte por uma pena de prisão perpétua, ao ter sido encarregado de matar Tiradentes

  • Reprodução/cooperforte

    Patrono cívico da nação

    Tiradentes é o "patrono cívico da nação", ou seja, o único brasileiro que tem sua data de morte como feriado nacional

Listas