PUBLICIDADE
Topo
Listas

Listas

11 plantas alimentícias não convencionais que você precisa conhecer

do BOL

17/01/2018 16h00

As plantas alimentícias não convencionais, ou simplesmente PANCs, são folhas, verduras, frutos e raízes que não são normalmente consumidos, mas que podem fazer parte do nosso cardápio. Elas podem estar no seu quintal e, aprendendo um pouco mais sobre o assunto, você pode começar a aproveitar tudo aquilo que a natureza oferece. Confira algumas dessas plantas:
 

Leia também:

  • Reprodução/Wikimedia

    Picão branco

    O picão branco é originário da América do Sul e possui pequenas flores brancas que lembram margaridas. Apesar de ser normalmente arrancado pelos jardineiros, o picão é comestível e possui um forte poder cicatrizante e anti-inflamatório

  • Reprodução/Wikimedia

    Taioba

    A taioba é uma grande folha verde escura que nasce a partir de grandes raízes. Seu gosto lembra o do espinafre, e ela deve ser consumida sempre cozida, frita ou refogada, nunca crua. Para diferenciá-la de folhas venenosas é simples: a taioba tem uma grande linha que circunda toda sua superfície em forma de coração. Outra vantagem da planta: pesquisas já apontam que a taioba tem mais vitamina A que a cenoura ou o brócolis, sendo uma importante aliada da alimentação saudável

  • Reprodução/Gardening Know How

    Folha da batata doce

    A batata doce pode ser aproveitada até pelas suas folhas, que são também comestíveis. Algumas pesquisas, inclusive, já mostram que as folhas possuem mais vitamina C que o próprio tubérculo. Uma boa dica é comê-las refogadas com alho e azeite

  • Reprodução/Wikimedia

    Ora-pro-nóbis

    O ora-pro-nóbis é uma planta muito comum em Minas Gerais e já faz parte de um prato bem conhecido da região: o cozido de ora-pro-nóbis com frango ou porco. Mas em outras partes do Brasil, as folhas e flores dessa espécie costumam ser descartadas. Essa planta é rica em proteína vegetal e dá um sabor único aos pratos

  • Reprodução/Eastern Sea Star

    Mangará

    Mangará é um nome utilizado para se referir ao coração da bananeira, a parte que fica no fim do cacho da banana. Seu uso pode ser parecido com o do palmito. A planta possui ainda propriedades úteis para tratar problemas renais e anemia, por exemplo

  • Reprodução/Flora Bonaerense

    Trapoeraba

    A trapoeraba é uma pequena planta com flores rosadas que pode ser encontrada durante todo o ano. Ela pode ajudar a eliminar líquidos acumulados e na perda de peso

  • Reprodução/Hortas.info

    Azedinha

    A azedinha já diz muito sobre seu sabor: característico e um pouco ácido. Ela pode ser consumida refogada ou crua, na salada. Uma boa dica é consumi-la junto a um omelete

  • Reprodução/Wikimedia

    Beldroega

    A beldroega costuma ser retirada das hortas por ser considerada uma erva daninha que se espalha pelo terreno. Mas não jogue fora! A planta é rica em ômega 3 e tem uma grande capacidade antioxidante

  • Reprodução/Thriving on Plants

    Folhas da abóbora

    Assim como a batata doce, você também pode aproveitar as folhas da abóbora, que são ricas em vitamina A e C e possuem mais cálcio que o leite de vaca. Você ainda pode aproveitar as flores, que são partes também comestíveis dessa espécie

  • Reprodução/Rural Pecuária

    Tansagem

    A tansagem é outra planta que costuma ser ignorada e não incluída no cardápio. Mas dá pra aproveitar desde as sementes, que podem substituir o gergelim na cozinha, e as folhas, parecidas com espinafres e que podem ser refogadas e consumidas

  • Reprodução/Coblands

    Peixinho

    Essas folhas de aspecto único possuem uma surpresa: se empanadas e fritas, elas ficam crocantes e com gosto de peixe! Seu nome científico é Stachys byzantina e é muito utilizada para curar a tosse

Listas