Topo

11 fatos chocantes revelados pelas namoradas do criador da "Playboy"

Reprodução/BOL/Brainpix
Imagem: Reprodução/BOL/Brainpix

do BOL

21/06/2017 16h00

Hugh Hefner, ou simplesmente "Hef", sempre viveu cercado por muitas mulheres, algumas, inclusive, foram oficialmente suas namoradas e viveram com ele na mansão Playboy. Porém, nem tudo foram flores nessas relações. As musas do milionário, que morreu em setembro de 2017, aos 91 anos, acabaram revelando fatos bastante chocantes sobre seus relacionamentos abusivos e mostrando um lado de Hugh Hefner bem diferente do que ele tentava transmitir em seus reality shows.
 

  • Reprodução/BOL/Reprodução/Egotastic

    Manipulação

    Em 2015, Holly Madison, ex de Hef, que ganhou o posto de "namorada número 1" em 2002, revelou em seu livro de memórias "Down the Rabbit Hole" que só depois de algum tempo se deu conta de que "não era bem tratada" pelo ex. "Aprendi que Hef era um manipulador e que ele nos colocava umas contra as outras". Segundo ela, o milionário constantemente mudava de ideia e favorecia uma das namoradas em detrimento das outras, causando drama e tensão de propósito. Enquanto para Holly, ele dizia odiar batom vermelho, pois fazia as mulheres parecerem "velhas e baratas", para Kendra, ele era só elogios ao vê-la com os lábios avermelhados e assim por diante. "Ele gostava de fazer esse joguinho de favoritas. De que outra forma ele conseguiria manter o controle sobre sete mulheres? Havia uma atmosfera de medo por ter tanta competição imposta entre as garotas"

  • Reprodução/WireImage

    Tranquilizante para cavalos

    Ainda de acordo com Holly Madison, que namorou com Hef por sete anos e se separou dele em 2008, em uma das primeiras vezes em que conversou com Hugh Hefner, ele lhe ofereceu drogas: "'Você quer um Quaalude [uma droga sedativa e hipnótica usada como tranquilizante para cavalos]?', perguntou Hef", relatou ela, que recusou. "'Ok, isso é bom. Normalmente, não aprovo drogas, mas você sabe, nos anos 1970, eles chamavam essas pílulas de abridores de pernas'", teria dito calmamente

  • Reprodução/Instagram @kendra_wilkinson_baskett

    Monitoramento de corpos

    Segundo Holly Madison, Hugh exigia que todas as namoradas tivessem cabelos longos e platinados. Caso cortassem os cabelos, as jovens eram repreendidas. "O que você fez?", perguntou ele, cuspindo em mim. Instantaneamente, fiquei surpresa. "Mudei um pouco", respondi timidamente, dando um leve tapinha em meu novo cabelo. Qualquer resquício de confiança que encontrei ao longo dos últimos dias tinha sido rapidamente evaporado. "Pensei que você iria gostar", falei. "Bem, não", ele sussurrou, tomando um momento para analisar minha nova maquiagem e cabelo, revelou ela em seu livro. Hugh também monitorava os corpos das jovens para que não engordassem e teria alertado uma outra namorada, Kendra Wilkinson, para que ela ficasse mais atenta à dieta. Além disso, todas as garotas que moram na mansão devem vestir pijamas de flanela idênticos antes de dormir e obedecer o toque de recolher às 21 horas. Kendra revelou em entrevistas que ficava "insana" com todo o monitoramento ao redor da casa e de seus hábitos e que Hugh era muito mais rigoroso que seus pais

  • Reprodução/BOL/Reprodução/Egotastic

    Dinheiro era arma

    Para garantir que as namoradas exibissem o visual ideal almejado por ele, Hef garantia uma mesada de 1.000 dólares semanais para cada uma, além de serviços de beleza ilimitados em um salão escolhido por ele. As cirurgias plásticas também ficavam por conta do milionário, sendo as mais solicitadas silicone, lipoaspiração e plástica no nariz. Izabella St. James, uma das ex-namoradas revelou em seu livro "Bunny Tales: Behind Closed Doors at the Playboy Mansion" ("Contos do Coelho: por trás das portas fechadas da mansão Playboy", em tradução literal), que receber a mesada não era uma tarefa simples: "Todas as sextas pela manhã tínhamos que ir ao quarto de Hef perguntar pela nossa mesada: mil dólares contadinhos, em notas de cem dólares amassadas e tiradas de um cofre de uma de suas estantes. Odiávamos esse processo. Hef sempre usava a ocasião para trazer à tona coisas com as quais não estava feliz nos relacionamentos. A maioria das reclamações eram sobre desarmonia entre as namoradas, ou a nossa falta de participação durante as orgias que ele fazia no quarto dele. Se estivéssemos fora da cidade por qualquer razão, e tivéssemos perdido uma dessas festas, ele não nos dava o dinheiro. Ele usava isso como uma arma"

  • Reprodução/FilmMagic

    Pensamento suicida

    Holly Madison relatou que todas as suas conversas com Hef eram superficiais. Ele fazia questão de exibir filmes para as namoradas e explicar o enredo da forma mais condescendente possível. Hugh ainda se recusava a conversar sobre qualquer outro assunto com as namoradas, como, por exemplo, livros, política ou atualidades. "O que eu estava pensando?", desabafa ela em seu livro sobre a vida na mansão Playboy. "Eu me sentia tão insegura que fazia a única coisa que me ajudava a passar a noite: bebia. Cada garota tinha seu jeito de escapar de seus próprios demônios. Eu estava infeliz, mas achava que não conseguiria ir embora dali, porque seria julgada e estaria sempre marcada por ter feito parte daquilo". Para escapar, ela chegou a cogitar a morte: "Talvez fosse a maconha ou o álcool, mas me afogar [na banheira] me pareceu [uma vez] a forma mais lógica de escapar da vida ridícula que eu estava levando"

  • Reprodução/BOL/Reprodução/Egotastic

    Carpete sujo

    De acordo com as ex-namoradas, Hef é obcecado por carpetes brancos ou na cor creme, exigindo que os quartos das namoradas fossem o mais feminino possível, com paredes rosas e tudo o que tivessem direito. Porém, há um detalhe sobre os carpetes que algumas das garotas fizeram questão de mencionar: não são limpos. Izabella St. James chegou a declarar: "Hef está acostumado com carpetes sujos. O que está no seu quarto não é trocado há anos e as coisas ficaram significativamente piores quando Holly Madison se mudou para o quarto dele como 'Namorada N.º 1', logo depois que eu me mudei para a casa. Ela levou seus dois cachorros com ela. Eles não eram treinados para ficar em casa e simplesmente faziam suas coisas no carpete. Tarde da noite ou de manhã cedo, se alguma de nós visitasse o quarto de Hef, quase sempre terminava pisando em coisa de cachorro"

  • Reprodução/Instagram @hughhefner

    Protocolo para festas

    De acordo com as memórias expostas no livro de Holly Madison, o protocolo exigia das namoradas que elas permanecessem na mesa de Hef a noite toda durante as festas promovidas por ele. Só era permitido dançar se fosse em frente à mesa dele e as garotas só tinham permissão para se afastar para irem ao banheiro. Assim que Hef deixava a festa, geralmente por volta da 1 hora da manhã, as namoradas deveriam subir as escadas com ele

  • Reprodução/Business Wire

    Sem preservativo

    "Não havia proteção [preservativos] ou exames médicos. Ele não liga", revelou a ex-namorada Jill Ann Spaulding no livro "Jill Ann: Upstairs" ("Jill Ann: no andar de cima", em tradução literal). A garota também contou que ao chegar na mansão ouviu que deveria tomar um banho, enquanto estava na banheira, outra garota apareceu sem avisar e entrou na água, enquanto Hugh surgiu no cômodo e começou a tirar fotos das duas nuas. Segundo Holly Madison, Hef guarda o nome de todas as garotas com quem já transou além de algumas fotos íntimas, que, de acordo com ela, um amigo próximo a ele teria garantido que serão doadas assim que ele morrer

  • Reprodução/Instagram @hughhefner

    Só sobe com Viagra

    Em 2010, ele revelou em entrevistas que era mais fácil administrar sete namoradas do que uma esposa. Sem papas na língua, ele afirmou contar com a ajuda do Viagra para prolongar sua vida sexual: "Graças a Deus que existe o Viagra. Ele quebra aquela barreira da idade, mas eu acredito que você ganha uma experiência ao longo dos anos que também ajuda". A ex-namorada Izabella St. James revelou que tinha curiosidade a respeito da performance do magnata: "Eu queria ver se ele era uma espécie de rei do sexo experiente, que sabia segredos que os outros desconheciam na cama. Mas tudo que ele fazia era ficar lá deitado feito um peixe morto", revelou decepcionada. "Hef simplesmente ficava deitado lá, com a sua ereção à base de Viagra. Uma coisa tão fajuta", completou a outra ex, Jill Ann Spaulding. Segundo Holly Madison, as namoradas se revezavam para garantir prazer ao magnata, mas ele sempre terminava o serviço sozinho

  • Reprodução/Instagram @hughhefner

    Sexo de dois segundos e com roupa

    A atual esposa de Hugh, a modelo Crystal Harris já abandonou o magnata praticamente no altar, desistindo do casamento apenas cinco dias antes da data marcada em 2011. No Twitter, ela garantiu que a decisão foi fruto de uma "reflexão profunda". Dias depois, ela confessou que não se sentia animada com o maridão, que eles só haviam feito sexo uma vez e que a relação teria durado "dois segundos": "Eu nunca vi Hef nu. Ele não tira a roupa para fazer relações sexuais. Não me sinto excitada com Hef, eu sinto muito". Em 2012, ela se desculpou, eles reataram o romance e afirmaram serem muito felizes um com o outro. Outra ex-namorada, no entanto, revelou que a duração da relação sexual com Hugh não era longa mesmo: "Quando marcava cerca de um minuto, eu saía e ia embora, estava feito. Era como um trabalho. Hora de começar e hora de acabar. Não era como se eu realmente gostasse de fazer sexo com ele", afirmou Kendra Wilkinson em seu livro "Sliding Into Home"

  • Reprodução/Instagram @hughhefner

    Infiel

    Em 2011, antes de reatar com Hef, Crystal Harris, 60 anos mais jovem que o dono da "Playboy", revelou que ele não era fiel e isso teria sido um dos fatores que a desmotivou com relação à união. "Posso dizer com honestidade: eu não era a única mulher na vida de Hef. E não me sentia confortável com isso, porque casamento é entre duas pessoas, e não era isso que estava acontecendo", afirmou ela, que deu um basta na rotina de namoradas vivendo na mansão do milionário e se casou com ele em 2012. Em 2013, ele revelou em entrevista à "US Magazine" com quantas mulheres já havia transado: "Como eu posso saber? Mais de 100, com certeza!", revelou o milionário que já está em seu terceiro casamento

Mais Listas