Topo

11 famosas que mostraram a maternidade real e desromantizada em 2017

do BOL

19/12/2017 10h00

Nem só de flores é feita a maternidade. Embora, a imagem mais comum de uma mãe venha emoldurada em romance, algumas famosas resolveram abrir o jogo este ano e desabafar sobre os desafios enfrentados nessa longa trilha de amor e superação.

  • Reprodução/Instagram @realfemachado

    Fernanda Machado

    A atriz, que é mãe de Lucca e adora dar dicas para outras mulheres que passam por desafios, como dar o peito para bebê em fase de dentição, começou 2017 sendo julgada. Em janeiro, depois de postar um vídeo do filho, com então um ano e sete meses, dormindo em pé no berço, ela foi acusada de "tortura" por internautas, que não gostaram de ver que Fernanda deixava o menino sozinho no móvel. Chateada, ela deletou o conteúdo e postou outro vídeo, com momentos de trocas de carinho entre ela e o filho, junto com um desabafo: "Se você não concorda com a maneira que uma mãe educa um filho, tudo bem, as críticas e os julgamentos são inevitáveis, mas não acuse uma mãe de não amar um filho por isso. Ninguém nesse mundo ama mais esse filho do que a própria mãe. Eu acho lindo a cama compartilhada, tentei nos primeiros meses, mas eu não conseguia dormir de medo de sufocar meu bebê. Por isso desisti dessa opção e o Lucca foi pro berço, mas isso não quer dizer que não amo meu filho, que não dou colo para ele(...) Maternidade, julguemos menos, apoiemos mais", disse dedicando o post a todas as mães que já foram julgadas por suas decisões

  • Grosby Group

    Adele

    "Eu amo meu filho mais do que tudo nessa vida. Mas, todo dia, se eu tenho um ou dois minutos, eu fico pensando em como seria bom se eu pudesse simplesmente fazer o que eu quisesse na hora que quisesse", desabafou a cantora a respeito da maternidade em entrevista para a Vanity Fair em fevereiro. "Meu conhecimento sobre depressão pós-parto era que você não queria ficar com seu filho; que você teme machucá-lo. Mas eu era obsessiva pelo meu filho. Eu me sentia muito inadequada, como se tivesse tomado a pior decisão da minha vida? [Depressão pós-parto] pode surgir de maneiras muito diferentes. Eu chorei todos os dias por três meses depois que meu filho nasceu. Estava me preparando para engravidar havia cinco anos. Mas quando eu finalmente pari meu filho, quando eu olhei para ele, aquele raio de amor que todo mundo fala simplesmente não me atingiu. Fiquei arrasada. Eu pensava: não sou uma mãe de verdade, o que há de errado comigo? Eu odiei o comecinho da maternidade. Odiava as noites sem dormir. Odiava não saber se eu estava fazendo alguma coisa certa. Odiava tudo mundo falando coisas como 'não é incrível?'. Não era incrível. Foi o período mais difícil da minha vida", disse Adele, que deu à luz a um menino em outubro de 2012

  • Reprodução/Instagram @rafabrites

    Rafa Brites

    Ainda em fevereiro, foi a vez de Rafa Brites mandar a real sobre a maternidade. "Expectativa X Realidade. Acho que as campanhas de amamentação são desenvolvidas por homens. Só pode ser. Toda a mãe durante a gestação fica sonhando com esse momento tão especial da primeira foto aí. Afinal quando vemos fotos sobre esse assunto elas são sempre assim: uma cara plácida um bebê lindo... Mas verdade seja dita: o começo dói demais! É de ver estrelas. Mas calma, é só acertar a pega! Ahhh como se fosse fácil. Eles choram, colocam as mãos na frente, escorrega, aí mordem. Dói as costas, o pescoço, os braços. E quando você vai ver está com o peito em carne viva. No meu caso, sangrando. Mas eu não queria desistir. Quando me vi estava amamentando e chorando de dor. Literalmente deixando o bebê molhado de tanta lágrima", escreveu a mãe de Rocco, que era então um recém-nascido. Além de compartilhar suas angústias e tentativas para a amenizar a dor, Rafa confessou que quase desmaiou de dor durante uma mamada, mas incentivou as mamães de plantão a continuar tentando: "Uma hora vai"

  • Reprodução/Instagram @marianaferrao

    Mariana Ferrão

    Em abril, a apresentadora do Bem Estar, da Globo, que é mãe de Miguel, 4, e João, 1, fez um desabafo em suas redes sociais. "Este é o texto que não tive coragem de escrever para o Miguel. Eu estava de luto. Como seria voltar ao trabalho com um coração dividido? Perdi as contas de quantas vezes chorei ao deixá-lo na escola... Como seria voltar ao trabalho com os seios doloridos de leite, e os mamilos me avisando a horinha que ele estava com fome? Ninguém me disse que a saudade doía no corpo. Chorei várias vezes no banheiro da Globo. Medo de não ser mais necessária ali. Medo de não conseguir novamente fazer tão bem o meu trabalho. Medo de estar sendo negligente como mãe. Medo. Medo. Medo. Pra mim, a amamentação começou a ficar gostosa depois que ele passou a comer bem a papinha. O leite já não era essencial para mantê-lo vivo, mas era aquele momento mais puro, mais íntimo em que realmente só nós dois existíamos no mundo", escreveu ela, que teve medo de a história se repetir com o caçula

  • Reprodução/Instagram @pitty

    Pitty

    A cantora, mãe de Madalena, que nasceu em agosto de 2016, falou sobre a maternidade em entrevista à coluna de Monica Bergamo em junho deste ano. "A maternidade é tão idealizada, tão associada a um negócio divino, sagrado, como se a mulher virasse meio santa quando está grávida, que eu acho que as pessoas esquecem que tem uma pessoa real ali passando por isso. O puerpério é uma coisa sobre a qual ninguém fala. Não é fácil, é foda. Você está sem dormir, seu corpo está diferente, num tsunami hormonal. Ao mesmo tempo você está fascinada e apaixonada por aquela pessoa ali com você", disse Pitty, que ainda defendeu o direito das mulheres que não querem ser mães. "A vida não se resume a isso [maternidade], tem gente que não quer. Faço questão de falar isso porque sei como é estar no lugar de ser cobrada. Não acho justo botar essa carga em cima das mulheres. Nós mulheres somos sempre cobradas. Seja por uma coisa ou por outra. Ah, não teve filho! Ah, teve filho muito tarde. Ah, só vai ter um? Filho único não é bom... Cara! Dá um tempo! Deixa a gente viver!"

  • Reprodução/Instagram

    Andressa Suita

    "Nasce um filho, nasce um coque? Mãe real, mãe de menino e resguardo", escreveu a modelo com um visual diferente do que costumava ser vista em suas fotos no Instagram, com uma camisa larga e o cabelo preso. Nas redes sociais, ela também já falou sobre a importância de se cuidar, mesmo que no intervalo de uma mamada e outra a fim de manter a autoestima. Em novembro, ela postou duas imagens de expectativa x realidade, provando que nem sempre as belas imagens que vemos no Instagram são frutos de um único clique: "Haja braço. Mamãe pira", escreveu a bela, que deu à luz Gabriel, fruto da relação com Gusttavo Lima, em junho deste ano

  • Reprodução/Instagram @pink

    Pink

    Em agosto, a cantora norte-americana postou uma imagem em que aparece usando um sutiã especial para amamentação conectado a duas bombinhas de leite, uma em cada seio. Mãe de duas crianças, o caçula da cantora nasceu em dezembro de 2016. Na legenda, ela brincou: "Pausa de mãe". Diversos fãs elogiaram a atitude da cantora e agradeceram pela iniciativa. "Obrigada por mostrar a maternidade real", escreveu uma internauta. "Normalizem a amamentação", pediu outra

  • Alex Palarea/AgNews

    Taís Araújo

    A atriz resolveu usar o Instagram para fazer um desabafo sobre a relação com a filha, Maria Antônia, em setembro. "Tenho uma filha de 2 anos e oito meses que ama rosa, enlouquece com princesas, brinca de mãe e filho o dia todo e chora quando entra numa loja de brinquedos querendo ferro e tábua de passar! Socorro! Confesso que, cada vez que vejo esse movimento todo dela, me arrepio da cabeça aos pés. Parece piada que minha filha aja de maneira tão contrária a tudo que eu acredito; mais ainda, de maneira contrária a tudo que prego no meu dia a dia, a tudo que acredito que seja uma construção social das mais cruéis que segregam meninas e traçam pra elas um único e fatídico destino", escreveu Taís, que apesar de desejar que a filha não se apegue a imposições de gêneros, defende que ela tenha a liberdade de ser o que quiser

  • Reprodução/Instagram @santanaadriana

    Adriana Sant'Anna

    Em setembro, foi a vez de a ex-BBB falar sobre as mudanças no corpo devido a gravidez. Ela, que já é mãe de Rodriguinho, filho de sua relação com o ex-companheiro de reality show, Rodrigão, exibiu imagens do corpo à espera de Linda. "Marcas de uma paixão!", escreveu ela na legenda da foto, em que mostra as estrias na região da lateral da barriga, enquanto recebe um carinho do mais velho

  • Reprodução/Instagram @belagil

    Bela Gil

    Com uma agenda de trabalho cheia, Bela Gil, que fala constantemente sobre sua relação com a maternidade em suas redes sociais, fez um post no qual aparece dando o peito ao filho caçula, Nino, de um ano e meio, enquanto mexe em um notebook. "Com muitos trabalhos e textos pra entregar, às vezes tenho que me render a essa cena" [sic], desabafou

  • Reprodução/Instagram @sfelippo

    Samara Felippo

    Ser mãe não é fácil. Em mais um dilema da maternidade real, Samara Felippo, que constantemente compartilha suas experiências nas redes sociais, desabafou sobre ter que faltar a apresentação da filha mais velha, Alícia, 8, na escola. Ela, que também é mãe de Lara, 4, revelou que não conseguiria comparecer ao evento por conta das gravações da novela "Apocalipse", da Record. "Dia de ausência dói. Ainda mais aquela ausência mais sentida, onde você se sente uma merda de mãe e a única e mais amada do mundo. Eita maternidade louca. (...). Ontem a noite foi um dilema, conversamos muito, ela chorou muito, eu chorei, ela pensou em desistir e eu dei a ela a escolha de desistir, até porque vi o quanto ela estava 'sofrendo' por aquilo e ela só tem 8 anos. Dei todos os conselhos que achei prudente, expliquei o 'porque' da mamãe não poder dessa vez, ouvi coisas lindas dela", afirmou a atriz

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Listas