Topo
Esporte

Interino do Corinthians defende elenco e fala sobre Balotelli: 'Tem muita qualidade'

10/07/2024 21h43

Raphael Laruccia, técnico interino do Corinthians na derrota por 2 a 0 para o Vasco nesta quarta-feira (10), saiu em defesa dos jogadores do Timão após a partida. O comandante da equipe sub-20 ainda falou sobre a possível chegada do atacante Mario Balotelli, exaltando o atleta italiano.

"O elenco está muito focado nos objetivos que temos, os caras estão comprometidos, treinando na medida do possível, já que não estamos conseguindo. O ambiente interno é tranquilo, o grupo está blindado. Fabinho faz bem esse papel de blindagem. Tenho certeza que essa chave vai virar, eles estão batalhando, e as coisas vão acontecer", disse Laruccia em entrevista coletiva.

Ao falar de Balotelli, o interino evitou fazer comparações com os atacantes da equipe, como Yuri Alberto e Pedro Raul. Sobre a probabilidade de sua contratação, Laruccia disse que esse assunto é da diretoria.

"Referente à movimentação do mercado, esse assunto é tratado pela diretoria. Prefiro que seja conduzido assim. É um ponto tratado internamente. Temos Yuri, Pedro Raul, jogadores importantes que vão nos ajudar. Sobre o Balotelli, o histórico dele diz por ele, tem muita qualidade, e se vier vai agregar muito. Mas não vou comparar jogadores, o Yuri é nosso artilheiro no ano, o Pedro está lutando bastante. Não precisa ter essa comparação", comentou Laruccia, que também falou sobre o primeiro encontro que teve com Ramón Diaz, treinador anunciado horas antes da partida.

"Sim, tivemos um encontro no hotel, rápido. Muito feliz pela chegada dele (Ramón), dei as boas-vindas, ele é uma referência e vai agregar muito. Não falamos sobre o jogo, ele preferiu deixar a preparação como estabelecemos. Mas ele acompanhou e deu para ele ter um panorama muito bom do que temos de desafio pela frente", disse o interino.

Após um primeiro tempo equilibrado, o Corinthians voltou mal do intervalo e viu o Vasco crescer em São Januário. Lucas Piton, revelado nas categorias de base do Timão, não perdoou e anotou o primeiro gol do triunfo vascaíno. O volante Sforza, nos acréscimos da partida, marcou o segundo em cobrança de falta.

Com a derrota, o Timão segue na 17ª posição do Campeonato Brasileiro, com apenas 12 pontos conquistados. Na próxima rodada, o Corinthians recebe o Criciúma, na terça-feira às 21h (de Brasília). Já o Vasco visita o Atlético-GO na quarta, às 19h.

Veja outros trechos da coletiva de Laruccia

O que falta para o Corinthians ser um time mais ofensivo?

"Falando do período que eu estive, de pouco mais de uma semana, para mim é claro, a gente não conseguiu treinar. Temos pouco treino para desenvolver uma ideia. A gente focou em recuperar os atletas fisicamente, e não conseguimos desenvolver uma ideia, é complicado. A gente prezou pela recuperação deles, pela conversa, com ajustes estratégicos para ter equilíbrio no jogo. Mas como falei na minha primeira coletiva, essas ações de terminação das jogadas são ações que devem ser treinadas e demandam tempo, assim como todos os comportamentos do jogo. É repetição. A gente não teve esse tempo. Agora sim, vai ter um tempo para trabalhar e desenvolver a ideia."

Desempenho contra o Vasco

"Na nossa visão, no nosso entendimento, o jogo estava controlado. Equilibrado, com poucas oportunidades claras de gol. Tivemos uma chance mais clara na falta com o Coronado, mas era controlado, estudado. Nossa ideia era manter esse controle e não se expor muito, pelo nosso momento. Perdemos o controle no momento do primeiro gol, em uma infelicidade. A gente estava preparado para essa jogada, mas eles foram muito felizes, o Piton foi feliz no chute. E aí volta tudo na memória, você baixa o nível de confiança, a perna pesa mais, e é natural. Ainda assim, o jogo se manteve equilibrado, disputado. Se definiu em um detalhe, na bola parada."

Esporte