Topo
Esporte

Com gol no final, Inglaterra vira sobre a Holanda e vai enfrentar a Espanha na decisão da Eurocopa

10/07/2024 17h57

A Inglaterra está na final da Eurocopa. Nesta quarta-feira, a seleção inglesa venceu de virada a Holanda, por 2 a 1, no Signal Iduna Park, em Dortmund. Xavi Simons abriu o placar para os holandeses, mas Kane e Watkins viraram para os ingleses.

Agora, a Inglaterra vai enfrentar a Espanha na grande final. Atual vice-campeã, a equipe busca conquistar a Eurocopa pela primeira vez em sua história.

A final está marcada para acontecer neste domingo, às 16h (de Brasília), no Estádio Olímpico de Berlim.

O primeiro tempo foi movimentado. A Holanda abriu o placar logo aos seis minutos. A Inglaterra tinha a posse no campo de defesa, mas Xavi Simons foi inteligente, roubou a bola de Rice e acertou um chutaço no ângulo de Pickford, que chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol. Golaço dos holandeses.

Após o gol sofrido, a Inglaterra se lançou ao ataque em busca do empate, que saiu aos 20 minutos. O lateral Dumfries acertou Harry Kane com uma solada e, após revisão no VAR, o árbitro marcou pênalti a favor dos ingleses. O próprio Kane foi para cobrança e bateu no canto direito de Verbruggen, que pulou para o lado certo, mas não evitou o tento.

Logo depois, aos 22 minutos, a Inglaterra quase virou o jogo. Foden recebeu de Mainoo na área e bateu para o gol. Dumfries afastou a bola em cima da linha e foi de vilão a herói em pouquíssimo tempo.

O lateral holandês apareceu novamente aos 29 minutos. Em cobrança de escanteio, Dumfries subiu mais alto que a defesa inglesa e cabeceou. A bola bateu no travessão e foi embora pela linha de fundo. A trave viria a ser protagonista de novo dois minutos depois, quando Foden, de pé esquerdo, acertou o poste.

Ainda no primeiro tempo, aos 33 minutos, a Holanda sofreu uma baixa importante. O atacante e camisa dez Memphis Depay caiu no gramado e, depois de receber atendimento médico, foi substituído. O volante Veerman entrou no lugar do craque holandês.

Diferentemente da primeira etapa, o segundo tempo teve um ritmo mais desacelerado, mas com uma Holanda mais incisiva. A primeira chance surgiu apenas aos 19 minutos, quando Van Dijk apareceu na área e chutou para boa defesa de Pickford.

A Holanda controlou a posse de bola durante quase todo o segundo tempo, mas quem marcou foi a Inglaterra. Aos 35 minutos, Walker recebeu na direita e cruzou rasteiro para Saka, que bateu de primeira e estufou as redes dos holandeses. Todavia, o lateral estava impedido, e o gol foi devidamente anulado.

Aos 42 minutos, Palmer, da Inglaterra, recebeu na área e bateu por cima do gol da Holanda, desperdiçando uma boa chance No entanto, o gol perdido não fez falta. Três minutos depois, Watkins, que havia acabado de entrar no lugar de Kane, aproveitou passe de Walker, girou sobre a marcação e bateu no cantinho de Verbruggen, que nada pôde fazer.

A Inglaterra se segurou após virar o jogo. A Holanda até tentou uma pressão final, mas que não adiantou.

Esporte