Topo
Esporte

António Oliveira fala sobre saída do Corinthians: "Não bastou eu querer, cumprir e fazer"

09/07/2024 12h17

O técnico António Oliveira finalmente se pronunciou sobre a saída do Corinthians, ocorrida na semana passada após a derrota no clássico contra o Palmeiras pelo Brasileirão 2024. Através das redes sociais, o treinador deixou a entender uma desarmonia no trabalho realizado no Parque São Jorge.

"Não bastou eu querer, cumprir e fazer, devíamos querer, cumprir e fazer todos", apontou em parte de seu texto.

Em matéria publicada na semana passada, a Gazeta Esportiva já havia apontado um sentimento de incômodo de António Oliveira por ser "o único a falar no Corinthians". O português não queria necessariamente ser respaldado, mas que alguém da diretoria se manifestasse sobre os acontecimentos do clube, para que tudo não ficasse em suas costas.

De qualquer forma, António Oliveira agradeceu a oportunidade de defender um clube da importância do Corinthians. Ainda por cima, valorizou o apoio recebido da torcida durante a sua passagem.

"Obrigado, Corinthians! Foi um privilégio. Foi gratificante trabalhar com todos jogadores, comissão técnica e funcionários do clube que tanto lutamos por manter a chama acesa em todas as competições, apesar de todas as contrariedades e desafios. Um obrigado enorme à torcida por todo o apoio e carinho, que nunca desistem e os meus parabéns por nunca baixarem os braços, sendo sempre Fiel", afirmou.

António Oliveira deixou o Corinthians com 12 vitórias, oito empates e sete derrotas - um aproveitamento de 54,3%. Bruno Lazaroni, seu auxiliar, ainda assumiu a equipe três vezes, com uma vitória, um empate e uma derrota.

Esporte