Topo
Esporte

Ele restaurou 'barco sucata' de Pelé, vendeu e agora tem lancha de Senna

Danilo Iakimoff, empresário dono da lancha Pole Position, que pertenceu a Ayrton Senna - Arquivo pessoal
Danilo Iakimoff, empresário dono da lancha Pole Position, que pertenceu a Ayrton Senna Imagem: Arquivo pessoal
do UOL

Do UOL, em São Paulo

24/06/2024 04h00

O empresário Danilo Iakimoff restaurou e vendeu uma lancha que foi dada a Pelé após o Rei marcar o milésimo gol da carreira. O motivo da venda? O desejo de comprar uma embarcação que já pertenceu a Ayrton Senna. Hoje, ele tem uma lista de itens que foram do piloto.

O "barco sucata" de Pelé

Danilo comprou a lancha de Pelé em 2006. O empresário, que tem 43 anos e atua no ramo de venda de embarcações, viu um anúncio do barco "Kelly Cristina", nome da primeira filha do Rei, e se interessou em investir.

A chegada da lancha de Pelé à casa de Danilo após a compra deixou o empresário chocado. Ele, que comprou a embarcação sem ver fotos, se surpreendeu ao se deparar com um 'barco de sucata'.

Apesar do choque inicial, Danilo viu valor no barco. O empresário pesquisou sobre a história da embarcação e descobriu que ela foi entregue a Pelé por uma marca após o ex-jogador marcar o seu milésimo gol na carreira. O item, no entanto, ficava em São Vicente (SP) e era usado por Dondinho, pai do Rei do Futebol, em pescarias.

Tudo agregou à história do barco, o valor e a motivação minha pra restaurar essa história. Foi aí que eu comecei, tentei escrever para o Pelé, achei o endereço, consegui o e-mail dele, falei com a secretária, o Pelé me respondeu o e-mail confirmando que a lancha pertenceu a ele há muitos anos, eu tenho essa cópia do e-mail até hoje. Tudo isso me motivou. Eu acabei me tornando um fã do Pelé, porque eu apesar de não gostar de futebol, aquilo me remeteu muito à história do Pelé. Eu consegui restaurar esse barco, muitos custos para isso, mas consegui. Danilo Iakimoff, ao UOL

Lancha Kelly Cristina, que foi de Pelé, antes e depois de ser restaurada pelo empresário Danilo Iakimoff - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Lancha Kelly Cristina, que foi de Pelé, antes e depois de ser restaurada pelo empresário Danilo Iakimoff
Imagem: Arquivo pessoal

Danilo estima ter investido R$ 100 mil com a restauração do barco em 2008. O empresário conheceu Pelé em um evento na cidade de São Paulo, e o Rei se interessou em ter a embarcação de volta, mas o negócio não andou.

A negociação começou por meio de um dos empresários dele. O Pelé tinha interesse nesse barco para deixar no Museu Pelé, mas a nossa negociação nunca deu certo, os valores não bateram. Na época, pedi R$ 1 milhão para ele por esse barco. Um dos empresários que era dele na época falou: 'não, o Pelé não vai comprar'. O Pelé queria o barco de graça, na verdade, porque da mesma forma que ele ganhou esse barco na época, ele queria que algum fã também o homenageasse e desse para ele. Disseram que o meu nome seria também lembrado no museu como o doador do barco, mas naquele momento aquilo não foi possível para mim.

Danilo chegou à uma solução com Pelé. O irmão do empresário, que é arquiteto, fez uma maquete em tamanho real da embarcação. Ela está exposta no Museu Pelé atualmente.

De Pelé para Senna

A lancha original foi exposta por Danilo em alguns eventos após passar por restauração. Foi em um destes que o empresário conheceu a proprietária da embarcação "Pole Position", que pertenceu a Ayrton Senna e permaneceu intocada ao passar dos anos.

Danilo não teve condições de ficar com as duas lanchas. A proprietária da embarcação de Ayrton Senna até se mostrou aberta a negociar, mas os valores estavam acima do que Danilo podia pagar.

A solução foi vender a lancha de Pelé. Danilo conseguiu negociar a embarcação com um colecionador e, em seguida, adquiriu a que pertenceu a Senna. Ele prefere não revelar os valores das negociações que foram concretizadas entre abril e junho de 2022.

Foi uma negociação de um ano, eu tentando essa embarcação do Ayrton Senna, Pole Position, até que eu consegui fazer a venda da lancha do Pelé para um colecionador. Foi uma operação praticamente casada. Não dá para dizer o que eu prefiro ou não prefiro, mas o que eu posso dizer é que o Ayrton Senna foi uma pessoa que eu vivenciei, eu vi correndo, eu tinha 14 anos quando ele morreu. Todo mundo lembra o que estava fazendo no dia 1° de maio. Tocou muito o Senna para todos nós. Para mim, foi uma conquista fora do imaginável.

A Pole Position não é o único item de Senna que está com Danilo. Além de alguns objetos que já vieram com a embarcação, ele adquiriu dois caiaques e um seascooter mergulhador do piloto.

Tudo que tem no barco é original dele. Tem um apito lá, que é como se fosse uma buzina do barco. Ela foi sempre muito bem preservada, essa lancha do Ayrton Senna. O que eu tenho, assim, de maior raridade foram duas luvas que ele usava para esquiar. Aquelas luvas que realmente ele usava para o esporte. Depois disso, ainda eu acabei me relacionando com muitas pessoas que falam de Senna, de grupos de Ayrton Senna. Algumas pessoas me oferecem alguns itens preciosos. Eu acabei recentemente fazendo uma pequena aquisição de algumas pertences a mais do Ayrton Senna.

Empresário Danilo Iakimoff é o proprietário da lancha "Pole Position", que pertenceu a Ayrton Senna - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Empresário Danilo Iakimoff é o proprietário da lancha "Pole Position", que pertenceu a Ayrton Senna
Imagem: Arquivo pessoal

Lancha de Senna como atração

Danilo acompanhou parte da carreira de Ayrton Senna na Fórmula 1. Por este motivo, ele ainda não pensa em abrir qualquer negociação pela venda da lancha do ídolo.

O empresário tornou a embarcação uma atração e tem feito exposições gratuitas em algumas cidades, como Angra dos Reis (RJ) e Guarujá (SP), para fãs que queiram visitar e conhecer mais um pouco da história do piloto.

Eu sei que ela tem muito valor. Já tive propostas realmente muito fortes, propostas realmente de compra, que eu neguei. Quem sabe, no futuro, eu possa pensar em vender. Hoje, no momento, não. Quanto mais eu conseguir estar com esse barco, para mim vai ser melhor.

Lancha Pole Position, que já pertenceu a Ayrton Senna - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Lancha Pole Position, que já pertenceu a Ayrton Senna
Imagem: Arquivo pessoal

Esporte