Topo
Esporte

Vice do Fla pede vergonha na cara à CBF: 'Por acaso, continuamos ganhando'

do UOL

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

23/06/2024 21h25

Marcos Braz, vice-presidente de Futebol do Flamengo, voltou a fazer críticas à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e vê o Rubro-Negro ganhando os jogos "por acaso" em meio aos desfalques devido à Copa América.

As declarações do dirigente aconteceram depois do triunfo sobre o Fluminense, que manteve o time da Gávea na liderança do Brasileiro. Em coletiva, Tite reforçou a cobrança feita à CBF pelo intervalo menor em relação ao Fluminense entre um jogo e outro.

A CBF tem que ter vergonha na cara em tocar em alguns assuntos. Das 40 federações mundiais que têm seus campeonatos nacionais, a única que não para é a brasileira. As outras 39 estão erradas? Marcos Braz

O que aconteceu

Braz já vinha fazendo críticas à não paralisação do Brasileiro há algum tempo. O Flamengo perdeu os uruguaios Varela, Viña, De la Cruz e Arrascaeta, além do chileno Pulgar.

O Rubro-Negro é o líder do Brasileiro, com 24 pontos. A equipe está em uma sequência de nove jogos sem derrota, com oito vitórias e um empate.

Suíça, Inglaterra, Espanha... Todos os lugares param para essa competição. Só aqui está certo? É um absurdo Marcos Braz

"Acho que, quando a gente reclama, eles têm que saber ouvir, abaixar a orelha um pouquinho e entender que nenhum time no mundo, de Tóquio a Nova Iorque, que perca quatro ou cinco jogadores para as seleções seja plausível de não reclamarmos. Se o Manchester City perde quatro ou cinco jogadores titulares, se for jogar contra o Liverpool, PSG na Liga dos Campeões, vai sofrer. É o que está acontecendo, Flamengo está sofrendo", completou.

Braz avaliou que "graça a Deus o impacto está sendo minimizado". O vice-presidente afirmou que as vitórias não vão fazer o Flamengo abaixar o tom quanto à condução do futebol brasileiro.

"Por acaso, o Flamengo continua ganhando jogos. Graças a Deus o impacto está sendo minimizado. Mas eu poderia estar aqui dando satisfação de uma situação muito mais desconfortável, com o Flamengo perdendo os jogos, numa sequência de derrotas. Não é porque estamos ganhando que vamos diminuir o tom. A tendência é aumentar o tom sobre essa barbaridade que a CBF faz, que a CBF conduz em relação à não paralisação do campeonato nacional. Isso aí deveria ser uma pauta não só nossa, mas de vocês também. Vocês têm interesse nisso, é o trabalho de vocês. Poderiam pesquisar em outros lugares como se conduz, como se faz. Será que aqui é que está certo e lá que está errado?"

A relação entre Flamengo e CBF ganhou novos capítulos recentemente. Após o triunfo sobre o Bahia, Tite citou nominalmente o diretor de competições, Julio Avellar, ao falar sobre o intervalo menor entre os jogos que o Fluminense. "Vou falar pessoalmente. Falei de forma respeitosa. E confirmo tudo o que disse. Repito o que disse", afirmou o treinador neste domingo.

Esporte