Topo
Esporte

Prefeitura do Rio de Janeiro vai desapropriar o terreno desejado pelo Flamengo para construção de estádio

23/06/2024 13h28

O Flamengo vai ficar mais perto do sonho de construir o estádio próprio. Neste domingo, Eduardo Paes (PSD), prefeito do Rio de Janeiro, anunciou que vai desapropriar e colocar em leilão o terreno que o clube carioca quer construir a arena.

Paes já havia avisado da possibilidade de desapropriar o terreno na região conhecida como Gasômetro, na área central da cidade. Agora, ele confirmou a ação que deve beneficiar o Flamengo.

O terreno do Gasômetro pertence a um Fundo de Investimento Imobiliário, que é administrado pela Caixa Econômica Federal. O Flamengo, há algum tempo, vem conversando com o banco sobre a área. Contudo, não conseguiu avançar como gostaria na negociação pelo terreno.

Com o apoio da Prefeitura do Rio, o clube carioca, agora, está mais perto de conseguir o terreno.

"A gente está publicando amanhã (segunda-feira) no Diário Oficial a desapropriação por leilão em hasta pública (alienação e venda de bens), depois vocês entendem o que que é, do novo estádio do Flamengo ali no terreno do Gasômetro. É o início de um projeto, o início de um sonho. O Flamengo, o Vasco, o Botafogo, o Fluminense, os clubes cariocas, especialmente os quatro grandes, têm uma importância enorme para a economia do Rio de Janeiro. A gente entende esse papel. É importante para a revitalização daquela região da cidade. O Flamengo não vai fazer só um estádio, ali vai ser um lugar de entretenimento. Vai ter centro de convenções, já exigi isso do Flamengo", completou. declarou o prefeito, em vídeo publicado nas redes sociais.

"Tem um caminho a percorrer ainda, não está tudo resolvido, mas vamos trabalhar com a direção do Flamengo, o presidente Landim, os presidentes que vierem, para que a gente possa realizar esse sonho da nação rubro-negra", completou Eduardo Paes.

O Flamengo, em nota oficial, destacou a decisão de Paes e elencou como a cidade vai ganhar com a construção do estádio rubro-negro naquela região.

"O Clube de Regatas do Flamengo parabeniza a decisão da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro em desapropriar o terreno do Gasômetro, na região portuária.

A decisão do prefeito Eduardo Paes reconhece o interesse público envolvido e propicia um passo importantíssimo na realização do projeto para erguer o estádio próprio do Flamengo, sonho de toda a Nação Rubro-Negra.

A diretoria do Flamengo tem plena consciência da importância desta obra tanto para o nosso clube como também para a revitalização de uma das mais tradicionais áreas de nossa cidade.

Nosso projeto prevê um enorme investimento financeiro no local, capaz de ajudar na transformação de toda a região do entorno do novo estádio, valorizando em muito a área e entregando para a nossa cidade um novo e moderno espaço, tanto de entretenimento quanto comercial.

Ganharão a cidade e todos os cariocas. Ganharão o Flamengo e toda a Nação Rubro-Negra.

Fica o nosso registro dos mais sinceros agradecimentos ao prefeito Eduardo Paes e ao Deputado Federal Pedro Paulo pela sensibilidade que ambos sempre tiveram a respeito deste tema e pela visão empreendedora e positiva em relação ao desenvolvimento econômico e social da cidade do Rio de Janeiro", foi escrito.

Esporte