Topo
Esporte

Teixeira cita dificuldade, mas promete reforços no Santos e fala sobre possíveis saídas

 Marcelo Teixeira durante coletiva de imprensa realizada no CT Rei Pelé - Reinaldo Campos/AGIF
Marcelo Teixeira durante coletiva de imprensa realizada no CT Rei Pelé Imagem: Reinaldo Campos/AGIF

21/06/2024 15h54

O Santos promete movimentar o mercado e se reforçar na próxima janela de transferências. Pelo menos é o que garantiu o presidente do clube, Marcelo Teixeira, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

O dirigente prometeu contratações, mas admitiu que a diretoria vem sofrendo com dificuldades no mercado. Segundo Marcelo Teixeira, pesa contra o Peixe o fato do time estar disputando a Série B do Campeonato Brasileiro, enquanto outras equipes disputam competições de maior visibilidade.

"Quando você vai ao mercado, você tem que entender se a outra parte tem disponibilidade e vontade de jogar a Série B. Esse é o fardo que o Santos carrega por jogar na Série B. Os profissionais querem estar na vitrine, disputar grandes competições, e o Santos não disputa essas competições, ainda. Nada vai mudar o planejamento que o Santos vem fazendo. Pretendemos reforçar o grupo, fazer as negociações necessárias. Algumas delas passam por heranças, com contratos mais longos, mais caros. Podemos de repente romper o contrato e sofrer na Justiça com uma dívida trabalhista. Agora é uma janela importante, onde surgirão oportunidades, e o Santos quer aproveitar da melhor forma possível", afirmou o presidente.

A ideia do Santos é trazer jogadores para quase todos os setores. O clube pretende contratar pelo menos um goleiro, zagueiro, meio-campista, atacante de velocidade e centroavante. Marcelo Teixeira, porém, evita se antecipar e divulgar nomes de atletas que estão no radar.

"Eu prefiro não falar nomes, nem posições. Vocês sabem. Nós temos clareza da necessidade de reposições. Com a dispensa de alguns, está sendo feita essa avaliação natural de mercado. Existem algumas tratativas mais adiantadas, outra que temos que esperar. O mercado vai se aquecer, se você se precipitar, pode perder uma oportunidade. O futebol está avaliando isso com muito critério, vamos fazer essas reposições", comentou.

Presidente do Santos, Marcelo Teixeira concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, no CT Rei Pelé

Quem está de saída?

Alguns jogadores do elenco atual podem estar de saída do Santos. São os casos de Morelos, Cazares, Nonato e Patrick.

Os três primeiros têm sido pouco aproveitados por Fábio Carille, e o clube não irá se opor a uma possível venda ou até empréstimo, caso surja alguma proposta vantajosa. Já o último, apesar de ter chegado há pouco tempo, ainda não engrenou e está sendo avaliado de maneira criteriosa pelo departamento de futebol.

"Prefiro não citar nomes. Todos os clubes têm aqueles que estão participando e aqueles que estão sendo negociados. Nós montamos uma equipe para o Paulista e o início da Série B. Todos os contratos foram feitos com um tempo limite para que a gente avaliasse. A maioria deu certo, jogadores deram resultados. É um elenco preparado, qualificado, que exige condições para que o Santos, nessa janela, possa fazer as contratações necessárias", avaliou Marcelo Teixeira.

Em sua última entrevista coletiva, o técnico Fábio Carille admitiu que cometeu "erros" de avaliação do elenco entre o término do Paulista e o início da Série B. O clube está ciente da necessidade de buscar reforços, mas age com cautela no mercado.

A vitória sobre o Goiás aliviou as cobranças sobre Carille e amenizou a crise do Santos. O time, agora, ocupa o quinto lugar da tabela da Segunda Divisão, com 18 pontos, três abaixo do líder América-MG.

O próximo compromisso do Santos está agendado para a próxima terça-feira. O Peixe encara o Mirassol, a partir das 19h (de Brasília), no Estádio Municipal José Maria de Campos Maia, pela 12ª rodada da Série B.

Esporte