Topo
Esporte

António diz que sabe o que faz no Corinthians: 'Sou teimoso para caramba'

do UOL

Do UOL, em Santos (SP)

20/06/2024 01h05

O técnico António Oliveira disse que sabe o que fazer para mudar a fase do Corinthians após a derrota por 1 a 0 para o Internacional nesta quarta-feira (20), no Orlando Scarpelli, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. O português está pressionado no cargo.

Se sente pressionado? "Controlo o que é minha decisão apenas. As decisões enquanto treinador, área técnica. O que discutem na direção não compete a mim. A mim me compete trabalhar, sei o que estou fazendo. Sou teimoso, com ajustes no mercado vamos ficar mais fortes. Perdemos pontos no primeiro turno, agora é descansar e pensar no jogo contra o Athletico".

Motivos da derrota: "Não vou dar desculpas. Sei o que estamos fazendo e o que temos que fazer. Vamos encarar os desafios com a máxima responsabilidade".

Por que ficou no banco boa parte do segundo tempo? "Não vou estar a discutir o motivo de estar sentado ou não. Temos que olhar mais para o jogo, não se estou sentado. Tivemos algumas chances no segundo tempo, nem sempre vamos jogar bem. Hoje foi um jogo de primeira parte fraca, de ambos os times. Fizemos reajustes, tentamos melhorar e não conseguimos chegar à igualdade".

Veja a entrevista completa de António Oliveira

Análise do jogo

"Não atingimos nosso objetivo. Primeira parte fraca. Depois tivemos mais volume, mas não chegamos ao gol. Temos que descansar e encontrar o caminho para vencer e ir ao lugar que o clube merece".

Reações no banco de reservas

"Não vou estar a discutir o motivo de estar sentado ou não. Temos que olhar mais para o jogo, não se estou sentado. Tivemos algumas chances no segundo tempo, nem sempre vamos jogar bem. Hoje foi um jogo de primeira parte fraca, de ambos os times. Fizemos reajustes, tentamos melhorar e não conseguimos chegar à igualdade".

Uma vitória no Brasileirão

"Temos que inverter esses números. Não condiz com a grandeza desse clube. É trabalhar, entender o que fazer, admitir dificuldades. Temos que ser rigorosos, mas não perdemos todas pois nos classificamos na Copa do Brasil e Sul-Americana"

Se sente pressionado?

"Controlo o que é minha decisão apenas. As decisões enquanto treinador, área técnica. O que discutem na direção não compete a mim. A mim me compete trabalhar, sei o que estou fazendo. Sou teimoso para caramba, com ajustes no mercado vamos ficar mais fortes. Perdemos pontos no primeiro turno, agora é descansar e pensar no jogo contra o Athletico".

Os problemas do clube

"Não vou dar desculpas. Sei o que estamos fazendo e o que temos que fazer. Vamos encarar os desafios com a máxima responsabilidade".

Esporte