Topo
Esporte

Zubeldía critica São Paulo após 1ª derrota: "Temos que assumir que o rival foi melhor"

19/06/2024 23h38

Luis Zubeldía foi bastante sincero após sofrer sua primeira derrota no comando do São Paulo nesta quarta-feira, por 1 a 0, contra o Cuiabá, em pleno Morumbis, diante de mais de 33 mil torcedores nas arquibancadas, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador reprovou a atuação de seus jogadores, admitindo que o rival foi superior durante todo o jogo.

"Hoje fomos mal. Em alguns momentos do segundo tempo tivemos a iniciativa, mas fizemos um jogo ruim. O rival fez seu trabalho, se sentiu muito mais cômodo. Quando isso acontece, é provável que você perca. Tivemos um rendimento baixo, todos abaixo do esperado. Não pudemos nos sentir cômodos em todo o jogo. Lamentavelmente temos que assumir que o rival hoje foi melhor", comentou.

"Inesperado porque nós. Se ver os últimos jogos, foram jogos muito disputados, contra o Internacional, em que tivemos as situações mais claras, ou contra o Corinthians, em que dominamos o rival. Hoje não teve nada disso. O rival se sentiu cômodo. Me parece que o rendimento de todos foi baixo. É um torneio muito grande, imagino que isso pode acontecer, mas não esperava que acontecesse hoje. Agora é preparar para o próximo jogo, não há muito tempo para festejar nem para lamentar", completou.

Com o resultado, a invencibilidade de Zubeldía, que era de 12 partidas, sendo oito vitórias e quatro empates, chegou ao fim. A sequência de quatro jogos em dez dias pode ter influenciado a queda brusca de rendimento do São Paulo, mas o treinador não quer procurar desculpas.

"É um desafio para todos os times. Nos tocou jogar uma sequência a cada três dias, 68 horas, algo assim. Mas, as coisas são assim. Não me fixo nos demais times, quantos jogos eles fazem em dez dias, mas é certo que nós estamos jogando a cada 68 horas ou algo parecido. De uma maneira ou outra temos que pensar no próximo jogo, ganhar o próximo jogo. No Brasileirão é assim. Se você ficar apegado a alguma coisa... igual a mim, se eu ficar apegado à invencibilidade... empatamos um clássico, é preciso virar a página rápido, quando vai bem ou quando vai mal, porque não há tempo. Todos te tiram pontos", afirmou.

O São Paulo chegou a três partidas consecutivas sem vitória, sendo dois empates e uma derrota. O time, que até pouco tempo estava brigando pela liderança do Brasileirão, agora vê os primeiros colocados se distanciarem na tabela. Por isso, é preciso reagir rápido.

"É preciso colocar a energia em jogar o melhor possível. Hoje não fizemos nada. Não podíamos recuperar a bola, não tínhamos criatividade, circulação que gerasse perigo. Fomos mal. Os dias de recuperação são curtos. Me parece que temos que virar a página e ver quais jogadores podem responder da melhor maneira no Rio e depois no próximo jogo", concluiu Zubeldía, já de olho no confronto do próximo sábado, contra o Vasco da Gama, em São Januário.

Esporte