Topo
Esporte

Brasileiro do Al-Sadd cita clube chateado com Abel Ferreira: "A gente contava com ele"

19/06/2024 00h43

Em maio, o Al Sadd, do Catar, acionou o técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, na Fifa alegando um descumprimento de pré-contrato. Guilherme Torres, volante ex-Corinthians e atualmente no time catari, comentou a situação e detalhou os bastidores do clube, que esperava contar com o português.

"Quase, é. Quase mesmo (foi meu treinador). Eu estava torcendo para que ele fosse. Eu queira, o cara é um grande treinador, pelo que está fazendo no Brasil, no Palmeiras. Na hora que fiquei sabendo, vieram me perguntar como que ele era. E eu dizia: 'No Brasil, ele está arrebentando. Se vier, vai ajudar demais.' Foi no final do ano, ele ia se apresentar em janeiro (de 2024). Lá, já se falava que estava certo. Se não me engano, já tinha assinado (o contrato), né?", começou Guilherme para a ESPN.


Segundo o jogador brasileiro, a diretoria do clube catari não gostou nada da situação e a imprensa já noticiava o acordo entre as partes.

"Infelizmente não deu certo, eles (Al-Sadd) ficaram chateados. Ah, como já tinha assinado, eles contavam com isso, estávamos no meio da temporada. A gente contava com ele, a diretoria contava. Já saia na imprensa que ele iria para o Al-Sadd. Ele ia ajudar muito a crescer o patamar (do futebol) do Catar", concluiu o jogador.

Em coletiva de imprensa, no dia 23 de maio, após o confronto diante do Botafogo-SP pela Copa do Brasil, Abel Ferreira esclareceu a situação. O treinador ressaltou que pretende ficar até o final de seu contrato.

"Estou onde quero estar, onde querem que eu esteja. Gostaria de dizer muito mais do que disse aqui. Gostaria de dizer, sinceramente, porque muita coisa foi dita nos últimos três ou quatro meses do ano passado. Muita gente fez afirmações e sempre disse o mesmo e volto a dizer: sou o treinador do Palmeiras e estou aqui com muito orgulho. não vou mais falar sobre esse assunto. Hoje, continuo aqui e, se tudo correr normalmente, até 2025, que é o contrato que tenho", cravou Abel Ferreira.

Esporte